Ah! O amor…

Durante uma viagem para Crailsheim com o branquinho, avistamos da estrada o Castelo de Weibertreu e ele me contou uma história bem interessante sobre esse castelo. Ele fica situado na cidade de Weinsberg, no estado de Baden-Württemberg.

Ele contou que um certo dia em um passado bem distante, na corte real da Alemanha, Wolf, Duque da Bavária, acidentalmente topou no pé da rainha enquanto foi se curvar diante do Rei Konrad III. O Rei considerou  isso um insulto e o repreendeu na frente dos seus homens. O Duque muito ofendido e envergonhado declarou que nunca mais pagaria os impostos à coroa real. Como retaliação, o Rei enviou suas tropas para sitiar o castelo onde o Duque residia com diversas famílias. O Rei queria a posse do castelo e a vida do Duque e dos que lá moravam. Ele sabia que era só uma questão de tempo até que as pessoas que moravam no castelo tentassem sair em busca de mais comida e água. O Duque então se preparou para esse longo cerco. Ele havia acumulado uma fortuna em ouro e prata e as famílias estavam bem abastecidas de comida e de tudo que precisavam. O Rei e sua tropa ficaram impacientes após algumas semanas e resolveram mandar uma mensagem dizendo que todos os homens deveriam se render imediatamente e que morreriam, mas as mulheres poderiam seguir livres. O Duque, claro, recusou a imposição do Rei. Uma outra ameaça do Rei foi dizer que queimaria a cidade de Weinsberg inteira caso não houvesse rendição. Em uma carta enviada ao Rei Konrad, as mulheres de Weinsberg, sabendo que estavam livres das punições, pediam permissão para partir ao amanhecer com as crianças e levar todos os bens que pudessem carregar. Sob esses termos de rendição, ele permitiu que as mulheres saíssem, carregando tudo o que era mais valioso para elas.

Ao amanhecer, para a surpresa do Rei, as mulheres foram saindo a passos lentos, encurvadas por carregarem nas costas o peso dos próprios maridos. As solteiras carregavam os irmãos e os pais. Não traziam nem ouro e nem prata. Essas mulheres demonstraram muita força e lealdade ao carregarem os seu amados,  salvando assim a vida deles. Conta a história que o Rei era um homem piedoso e que se comoveu com a atitude delas. Ele manteve sua palavra de deixá-las partir. Disse que um rei nunca pode voltar atrás no que diz.

O castelo passou a ser chamado então de “Castelo Weibertreue”  ou ” Castelo das esposas fiéis”. E é dessa forma que é chamado até hoje!

Adorei saber sobre essa linda história! Para mim é uma história que fala da força do amor- de como ele pode salvar vidas – e da força da mulher – de como somos capazes de fazer coisas extraordinárias em nome do amor.

Abraços,

Ana

Anúncios

5 comentários sobre “Ah! O amor…

  1. Oi Ana!
    Que linda história! hoje achei seu blog por acaso… adorei o seu jeito de contar suas experiências, as fotos estão muito lindas, assim vou virar fã 🙂
    Tudo de bom!

  2. Nossa Ana como eu tô emotiva…menina tô me debulhando em lágrimas aqui ao ler essa história,rsrs Eu que sou completamente apaixonada pela era medieval, por histórias de reis e rainhas,duques e duquesas. Nao creio que tenha existido povo mais corajoso e leal do que os que viveram naquela época. Amei a história linda e comovente que nos reafirma que o amor tudo vence!
    Lindo o seu blog, desejo que você tenha muitas histórias mais para contar e nos emocionar!!
    Beijao!!

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s