Berchtesgaden

Nosso último passeio pelos Alpes foi na cidade de Berchtesgaden. É nas proximidades de Berchtesgaden que foi construído, com dinheiro do partido nazista, o Kehlsteinhaus ou “ninho da águia”, a 1834 m de altura. O Kehlsteinhaus foi construído como presente para Hitler em seu aniversário de 50 anos, mas o tio apareceu por lá poucas vezes. A casa foi poupada da destruição depois da segunda guerra e hoje alberga um restaurante que serve pratos tradicionais da Baviera. Infelizmente, não foi dessa vez que fomos visitar o lugar. Os ônibus não estavam subindo até lá devido à grande quantidade de neve que ainda tinha no meio do caminho. Vai ficar pra próxima viagem!

Fizemos então um passeio na vila e aproveitamos para tirar fotos de um evento que estava acontecendo. Maio é a época em que a primavera começa a exibir as suas cores mais exuberantes. Os dias mais longos aparecem e a temperatura  mais amena causa grandes mudanças, aumentando consideravelmente o bom humor das pessoas. Por isso que Maio  é um mês de grande importância para os alemães e as festividades começam no primeiro dia do mês quando é colocada na praça central das cidades, a Maibaum ou Árvore de Maio, que dá as boas vindas à primavera. Os bávaros, fiéis as suas tradições, estavam vestidos a caráter. Os homens com suas Lederhosen (bermudas masculinas de couro) e as mulheres com Dirndl (aquele típico vestido da Oktoberfest), tudo regado a muita cerveja e músicas! Eu não sei como eles conseguiram levantar a árvore, pois já estavam nitidamente bêbados.

Acho que a coisa mais fantástica que vi durante a minha estadia nos Alpes, foi um jardim que fica bem no centro da vila, o Kurgarten. Muitas árvores de cerejeira dando um verdadeiro espetáculo da natureza e de demonstração do poder da criação divina. Eu sou completamente apaixonada pela cerejeira e lembro saudosamente desse dia, em que mal pude controlar minha emoção de ver tamanha beleza.

A cerejeira simboliza renovação e esperança, uma vez que marca o fim do inverno e o início da primavera. A árvore permanece florida por pouco tempo e as suas flores representam a fragilidade da vida. Muitos associam o florescer dessa árvore à lição de viver o presente, é uma lembrança de que a vida é passageira e de que devemos apreciar cada momento intensamente.  Que bela lição!

Watzmann ao fundo!

A belíssima flor da cerejeira!

Na volta para Schönau, tive que parar no meio da estrada para registrar esse momento. O monte Watzmann visto ao entardecer. Tem uma lenda local que conta que os picos do Watzmann representam uma família real muito perversa que foi transformada em rocha por Deus como punição. O pico à direita seria o pai (Watzmann – 2713m), à esquerda a mãe (Watzmannfrau) e os filhos seriam os picos situados entre os dois mais altos, que não podem ser vistos nessa foto.

Que região maravilhosa, hein?

Abraços,

Ana

Anúncios

10 comentários sobre “Berchtesgaden

  1. Oi Ana!
    Estava passeando por blogs de viagem sobre a Alemanha e me deparei com o seu falando a respeito desse parque maravilhoso. Também, caminhávamos (eu e uma amiga) despretensiosamente pela cidade de Berchtesgaden quando nos deparamos com o Kurgarten e ficamos deslumbradas, estava completamente florido, foi emocionante. A Alemanha é um país fantástico, fiquei impressionada com a cultura, as belezas naturais, o apreço à história, que teve momentos tristes e vergonhosos, mas nada disso é esquecido, seja em monumentos ou museus. Espero poder retornar um dia.
    Abraços.
    Teresa

    • Oi Teresa! Adorei sua visita e comentário! 🙂
      Bom, você já foi por lá e pode compartilhar comigo desse deslumbramento que temos ao ver tantas belezas! Eu passei apenas alguns dias e sinto que tenho que voltar, pra explorar ainda mais as belezas que a região oferece. Espero que você volte e que possa vivenciar ainda mais momentos especiais!
      Um beijão e seja sempre bem vinda! Boa semana!

  2. Pingback: Pequena retrospectiva de 2012 « This German Life

  3. Ana! Help! Socorro! Morri de amores pelas cerejeiras!
    Que espetáculo as cerejeiras hein?
    Fiquei arrepiada, sério! Sou apaixonada por flores e fiquei muito tocada com a beleza de suas fotos, captanto uma sequência de cerejeiras em esplendor!
    Zuuuuuper schön!
    Na segunda cidade alemã que eu morei (Bamberg) havia a tradição de comprar um galho de cerejeira no fim do inverno e esperar ele florir dentro de casa na época da páscoa! Tão süss…
    Bjim e ótima semana pra ti!
    Márcia

  4. oi Ana!!
    bom, você já passou lá no blog… adorei!! e sempre volte lá…
    hoje tirei um tempo pra ler TODO seu blog… adorei! você escreve bem…
    vamos trocar muitas figurinhas por aqui…
    e quando você volta? ou já esta aqui de novo?
    beijinhosss

  5. Ana, eu visitei o que você queria (Kehlsteinhaus – vista maravilhosa) e você viu o que eu queria e nao consegui: Maibaum. Sempre estava no Brasil em maio e agora eu nao moro mais na Bavária! Vou tentar ano que vem. haha
    Beijos!

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s