E começam as despedidas…

Oi oi gente bonita!

Sinto que esse mês não será fácil. Vai ser agitado, cheio de organizações e despedidas. Em um pouquinho mais de um mês estarei deixando o Brasil, mas dessa vez com uma sensação diferente. Agora a Alemanha será meu lar não só por um curto período de tempo. Confesso que ando extremamente eufórica com esse fato, embora meu coração esteja apertadinho por ter que viver longe dos que amo novamente. Neste mês quero ter a oportunidade de ver e me despedir pessoalmente de todos os amigos e parentes queridos.

Daí que aproveitei o feriado e o final de semana pra visitar e me despedir da minha tia e primos que moram no interior onde meus pais nasceram, uma praia que fica a uns 200 km de Fortaleza. O lugar é uma pequena vila de pescadores, charmosa pela sua simplicidade. Foi maravilhoso! Tinha esquecido de como é fantástico dormir ouvindo o barulho das ondas do mar, acordar escutando o canto dos galos, andar com os pés descalços, deitar numa rede armada na varanda e sentir o cheiro gostoso da maresia! Aproveitei pra comer bastante peixe, tapioca, chupar muita cana-de-açúcar e nadar no mar. Brinquei muito com meus sobrinhos e priminhos. Vi minha sobrinha de sete meses brincar pela primeira vez com a areia da praia e enchi os olhos d’água. Sinto um aperto no peito só de pensar que vou estar longe e perder muita coisa do crescimento dela. Ela é linda e muito simpática, daqueles bebês sorridentes, que quase nunca choram. Viva o Skype!, que vai me permitir matar a saudade dela e dos meus outros sobrinhos sempre que pudermos…

Mais despedidas estão por vir! Ai ai ai, esse mês vai ser longo e doloroso…

Deixo aqui o registro fotográfico dos últimos dias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma semana de paz para todos!

Anúncios

23 comentários sobre “E começam as despedidas…

  1. Oi Ana! Acabei de descobrir o seu blog, estou exatamente na situação que você descreveu: em setembro mudo-me para Berlim, dessa vez pra ficar! Morei durante 7 meses em Munique, viajei pelo país inteiro, me apaixonei e quis ficar, mas precisei voltar pra terminar a faculdade. A sensação agora é essa mesma: euforia e um pouquinho de dor no peito. Acho que seu blog vai me ajudar muito, obrigada! 🙂

    • Pois é Júlia. Essa fase é muito ruim, essa mistura de sentimentos deixa a gente um pouco confusa. Sua história é bem parecida com a minha então. Espero poder te ajudar de alguma forma. Entre em contato comigo, se quiser!
      Beijos e boa sorte com a mudança!

  2. Oi Ana, primeiro eu gostaria de agradecer a visita no meu blog e agradecer a forca de suas palavras. Falar de despedida já comeca a dar um nó na garganta, eu viro uma cachoeira quando chega a hora de ir embora. Näo é fácil deixar para trás a família, parentes e amigos até agora näo consegui me acostumar com essas idas e vindas do Brasil… todo ano eu vou, as vezes vou 2 vezes nas férias escolares do meu filho e mesmo assim eu sofro pra caramba…
    Vou linkar vc no meu blog e vou voltar sempre!
    Fique com Deus e boa sorte!

    • Oi Denise! Muito obrigada por retribuir a minha visita! Realmente não é fácil dizer adeus pra família, pra quem amamos. Espero ter a oportunidade de ver minha mãezinha pelo menos 1 vez por ano!
      Já adicionei o seu blog nos meus favoritos! Vou sempre está te acompanhando!
      Um forte abraço!

  3. Como minha diz, se a vida mudar é por que algo esta errado. A vida quando tem amor, respeito e coragem, tem tudo pra dar certo. Vem pra cá mocinha, voce nao esta sozinha. Muita sorte e bencaos de Deus…

  4. Oiii

    ai que momento difícil! Eu que sei…
    Mas nao fica triste nao, a saudade aperta no comeco, depois ela vai dando lugar a momentos maravilhosos que voce vai viver por aqui!
    muita forca pra voce
    bjsss

  5. ‘ai, ai, ai, ai tá chegando a hora, o dia já vem raiando meu bem eu tenho que ir embora…’ saudade, mostra que seu coracao funciona viu, mas guenta, forca, bjim 🙂

  6. Eita Aninha…
    Começou a fase do “aguenta coração”…
    Dá vontade de empacotar todas as pessoas queridas, comidinhas saborosas, lugares que tocam a alma numa espécie de sacola emocional e levar junto para os novos destinos.
    Que os novos caminhos duradouros na Alemanha sejam de paz e felicidade!
    Bjim
    Márcia

  7. oi Ana!!!!
    ai essa parte é triste… DESPEDIDAS!!!
    isso é muito doloroso… mas pense nisso o SKYPE ameniza… emuito viu… tem me ajudado demais…
    Menina e que lugar lidno este??? paisagens maravilhosas….
    beijosssssss e BOA SORTE com tudo… e vai nos mantendo informada…
    PS.: qualquer coisa estamos aqui… 😉

  8. Ai, Ana…
    Tema delicado esse, viu? O fato é que não importa a quantidade de despedidas e goodbye parties que vc faça, pois a saudade e a distância serão muito concretas.
    Não pense em perda… ela só toma um ponto de vista e vc com certeza estará também ganhando se analisar de outros pontos 😉
    A melhor decisão é aquela que a gente fica em paz, consciente das perdas e ganhos (eles andam sempre juntos). E a vida segue seu curso…
    Força e serenidade nesses momentos de despedida!
    Beijo grande,
    Lu

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s