Ich verstehe kein Schwäbisch!

Aquele momento em que estou voltando pra casa, quase onze e meia da noite, entra uma vozinha no trem, me cutuca, pede pra sentar do meu lado e começa puxar assunto falando essa língua aqui:

IMG_2840

Eu até que, entre uma piscada e outra, tentei ser simpática com ela, dando aquele sorriso de “tô entendo bulhufas e queria mesmo era voltar a dormir”, quando de repente a velhinha percebe e pergunta: você entende alemão?

Ah! que bom, caiu a ficha dela que eu não tava entendendo, eu pensei. Daí eu respondo: sim, bastante. Mas não entendo nem um pingo de Schwäbisch.

Eu juro que não falei por mal, mas a vozinha levou pro pessoal. No mesmo instante eu achei que não tinha sido legal e até soltei um pedido de desculpa, mas ela se fechou, mudou de lugar e começou falar com a moça do lado.

Eu poderia ter pensado: que vozinha mais chata! Mas fiquei foi com dó. Fala sério, o que faz uma velhinha cheia de atadura nas pernas, no meio do mundo a essa hora da noite? Acho que ela só queria alguém pra conversar e viu que eu não tinha potencial pra levar um papo.

Sabe, me deixa triste ver tantos idosos vagando por aqui, alguns até com problemas mentais, completamente sozinhos. Ah, isso me parte o coração. Morri de pena por não ter dado atenção, mas eu realmente não entendo essa língua falada aqui.

Pra quem não sabe, Schwäbisch é o dialeto falado aqui em BW. É tão diferente que até os nativos que falam o alemão padrão (Hochdeutsch) tem dificuldades pra entender. E o povo aqui admite que é difícil, tanto que o lema do estado é:

bw-wir-koennen-alles-ausser-hochdeutsch

Nós podemos tudo. Exceto alemão padrão.

Cheguei à conclusão de que não importa quão bom o nosso alemão seja, a nossa compreensão da língua parece que nunca será boa o suficiente pra entender esses dialetos.

Na foto do banquinho acima (que fica na entrada de um restaurante famoso aqui em Tübingen) está escrito: aqui se sentam os que sempre se sentam aqui.

Em Schwäbisch: do hogged dia, dia emmer do hogged, o que em alemão seria: hier sitzen die, die immer hier sitzen. 

A semelhança aqui passa é longe!

Anúncios

26 comentários sobre “Ich verstehe kein Schwäbisch!

  1. Sehr schöner post, ich hab’ übrigens alles, was auf Schwäbisch (aber nicht auf Portugisisch) geschrieben wurde, lesen können. Wie sagt man “Herzlich willkommen” auf Schwäbisch?
    “Kommet se ruich rei, mei Alte beißt net” (Kommen sie ruhig (gerne) herein, meine Frau wird sie schon nicht beißen”… 😉

    Heute keine Grüße aus dem Schwoobeländle, sondern aus Schweden,

    Uwe.

    • Hallo Lieber Uwe!
      Schade, dass hier so wenig Deutsch (oder Schwäbisch) geschrieben wird….aber freut mich dass es dir gefällt!
      Danke für deinen Besuch und den lustigen Kommentar! 🙂

      LG aus Tübingen
      Ana

  2. Oi Aninha, entao estou aprendendo o mais dificil, rs…e o dialeto official do Allgau, onde moro ha 2 anos 🙂
    Onde tmb os velinhos sao gentis e tmb concordo que alguns parecem ser solitarios…Filhote e eu, todas as segundas-feira, levamos almoco e fazemos essa refeicao com a bisa dele, que daqui 2 meses, completara 90 anos, corpinho de 75 e cabeca de 40 🙂
    Simpatia e docura nota 1.0000000000, rs…

    Beijo querida!
    Mari

  3. Ui, ui, ui! Me deu “meda” desse dialeto kkkk. Alemão já não é suficientemente complicado, não né : )? Semestre passado, nossa professora inventou de nos ensinar o dialeto que ela aprendeu em Berlim ( acho que foi Berlim, nem me lembro). Ela disse que ia nos ensinar só por uns 20 minutinhos a título de curiosidade. Ela mal começou e todos gritaram: ” Pode parar, não estamos curiosos” kkkkk. É uma turma bem atrevida. Quanto aos estudos? Minhas aulas só recomeçam dia 9 de setembro. Estou de “férias” ( férias só do alemão). Em maio, estive em Munique com toda minha família. Na realidade, eu arrastei todo mundo. Ninguém queria ir para Alemanha. E ainda levei todos ( minha mãe, duas irmãs, cunhado e dois sobrinhos) de trem , de Paris a Munique, eles quase me matam durante a viagem kkkkk. Mas para surpresa de todos, principalmente a minha, foi o país que todos mais gostaram : O. Mas eu estava muito nervosa, pq além de ninguém querer ir, a minha ex-professora perturbada tinha me dito que o alemão em Munique era muito complicado ( e que muitos usavam dialeto) e que eles não gostavam de responder nada em inglês. Pensei: ” Vou me lascar lá”. Mas que nada, eu falava as “duas” frases kkkk que sei em alemão e o resto em inglês e surpreendemente só encontrei pessoas gentis ( muito gentis mesmo), com exceção de dois gatos pingados. E ainda diziam ” tchau”, não foi massa? : )
    Xero grande.

    • Nossa, vc esteve aqui em maio? E ainda arrastou a família com vc! que massa!
      Normalmente se vc pergunta algo em inglês eles respondem sim e sabem…alguns dizem, just a little bit, mas esse pouquinho deles é bem mtão pra gente. Os alemães podem ser bem legais, mas como tudo tem sua exceção tem uns gatinhos pingados que as vezes causam má impressão. mas aí no Brasil é a mesma coisa. Eu não acho que todo brasileiro seja legal! 🙂 mas eu sou! haahauahauah
      Aproveite suas férias! Logo mais sou eu, visitarei a terrinha em novembro!
      xerinho

  4. Nossa, e eu pensando que se a gente morasse na Alemanha poderia ser melhor… hehehe. Sabe o que mais detesto nos dialetos alemães? Eh que eles sao quase oficiais. Aqui em Basel ate nas escolas eles falam dialeto. Eu fico pensando na diferença dos dialetos italianos, por exemplo. La também existem varios dialetos mas eu nunca ouvi falar que um italiano espera que alguém de fora fale o dialeto. Alias, eles preferem manter isto entre eles. Acho que isto faz mais sentido…

    • Sim, você falou tudo agora! São como que oficiais. Aqui, eu vejo até as criancinhas falarem o dialeto. Claro, aprendem com os pais em casa e aposto que na escola os professores tb falam. Até meu sogro fala comigo usando dialeto, daí o marido tem sempre que tá falando: hochdeutsch, bitte. Mas eu acho que com o tempo a gente se acostuma e até aprende um pouco…assim eu espero!

  5. Eu acho dialetos sempre muito divertidos, mesmo quando eles causam muitos problemas de compreensão rsrsrs
    Fiquei pensando… será que a velhinha ficou ofendida porque você disse que não entendia ‘Schwäbische’ ou se terá sido porque ela na verdade falava ‘Badisch’? Tem umas histórias de picuinhas entre os dois, né? Nunca se sabe…
    Beijos,
    Lu

    • sim eu já ouvi falar dessa picuinha. é como se um dissesse, ah o nosso dialeto é mais bonito, é mais harmonioso, já schwäbisch é mais pesado. mas eu não acho que deva ter sido isso, acho que a velhinha tinha algum problema, ela balançava a cabeça todo o tempo…sei lá,mas fiquei com pena dela.
      mas que os dialetos são divertidos, isso são! eu me divirto as vezes lendo cardápios aqui e pensando, como é que pode ter ficado tão diferente do alemão padrão? uahauaha vá saber!
      beijos

  6. Tipo assim, Aninha…
    Porque descomplicar o que pode ser complicado?
    Eu mal dou conta do alemão, let alone o Schwäbisch!
    Quanto aos velhinhos, eu também percebia o quanto eles eram solitários. Mas não se martirize por não ter dado muita atenção à velinha, vc estava cansada e não entendeu o dialeto dela. Às vezes a gente não está com saco pra ser gentil… Nem forçando vai… Da próxima vez que encontrar uma velhinha esbanje sua simpatia, querida!
    Uma vez me aconteceu uma coisa interessante num tram em Dresden…
    Antes de subir no tram, eu e meus colegas da pós estávamos rindo muito porque um amigo equatoriano havia comprado um “galo do tempo” que, a despeito do frio, marcava uns 20 graus positivos. Ele se sentiu tão ultrajado com o galo destemperado que contou pra todo mundo. Foi a maior curtição. Entrei no tram rindo muito alto, como de costume. Era um riso bem solto, sabe Aninha? Solto, alto e de dentro. Daí uma velinha se aproximou de mim e disse assim:
    – Há muito tempo eu não escuto uma risada boa como a sua. Continue assim, sorria muito. Você vai iluminar o dia de muita gente.
    Eu ainda estava digerindo o comentário, enebriada com o elogio, quando a velhinha desceu do trem. Deu tchauzinho pra ela de dentro tram e ela me soltou um beijo pra mim da plataforma. Meu amigo de Benin soltou um beijo pra ela e ela deu lingua pra ele kkk.
    Nunca me esqueci do que ela disse.
    O mundo precisa de sorrisos e gentileza… Pena que não consigamos oferecer isso todos os dias…
    Beijo querida!
    -=M=-

    • Que legal isso que aconteceu contigo! Enquanto lia pensei que você fosse dizer que se incomodaram com o sua gargalhada alta! olha só, tem alemão que sabe apreciar um riso bem dado! Isso é uma coisa que pouco vejo aqui, pessoas sorrindo alto, como são discretos, hein? Eu tenho uma amiga alemã e ela é a única que conheço que gosta de sorrir alto, assim como você fez. Mas até o namorado se incomoda pelo fato dela rir assim, acredita?
      Muito fofa essa vozinha que ainda te soltou um beijo! Merece mil curtidas!
      🙂
      beijinhos

  7. Ana, eu achando Bairisch um dialeto complicado… Mas realmente tem horas que eu também nao entendo nada que eles falam, faco igual aos pinguins de Madagascar Winke, winke und lach.
    Uma semana iluminada e um beijo

  8. hahahahaha… Aninha, parece eu com o schweizerdeutsch :-(. Também faço cara de paisagem para as velhinhas que puxam papo comigo, se bem que agora já consigo entender melhor alguns dialetos, mas respondo sempre em hoch deutsch ;-). Esse dialeto schwäbisch também é complicadinho hein… precisamos mesmo de uma tecla SAP! Boa semana!! Bjsssssss

    • eu tb não entendo nada quando assisto tv e vejo as reportagens em schweizerdeutsch! é mto diferente!!!
      que sofrimento, a gente aprende tudo direitinho no curso de alemão, mas na vida real é tudo diferente! hahahaha
      beijinhoooo

  9. é, com os dialetos fica compliacado mesmo… às vezes na tv tem algumas pessoas falando dialeto, eu nao entendo lhufas… Aqui no norte nao se fala tanto dialeto, ainda bem, mas se falasse tb nao entenderia nadica… hahhahah…

    beijos e boa semana

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s