I need to get out of here

Algum dia, quando eu ouvir alguém dizendo: “Este trabalho está me matando lentamente”, a minha resposta será: Não, não está. Ele está te matando rapidamente! A natureza é que te mata lentamente.

O que fazer quando seu trabalho está causando níveis extremos de estresse e ansiedade? Te dando sempre aquele medo de que tudo possa ir tão mal que muitas vezes você acorda às 4 da manhã e não consegue mais dormir?

Se quiser viver mais, largue seu trabalho e deixe a natureza seguir seu curso.

#myjobsucks#

Anúncios

22 comentários sobre “I need to get out of here

  1. Poxa Ana… conheço este sentimento. Assim como o sentimento de insegurança que ele indiretamente gera… mas posso te dizer que foi este sentimento que me fez mudar do Brasil para cá. Isso mudou completamente minha vida e sinceramente não me arrependo. Eu gosto muito de uma frase que talvez possa de ajudar também. Não sei o autor, mas eh assim: “A pior forma de desgaste eh a indecisão.”
    Boa sorte e precisando conversar eh só “chamar”. 😉 Bjs

    • Oi Maila, obrigada pela força!
      Essa frase é realmente bem verdadeira. A indecisão acaba aos poucos com a gente. Sabe que depois que escrevi esse post pensei em deletar, pois pensei que ninguém tem nada a ver com meus problemas pessoais, mas depois de receber tantas mensagens legais, voltei atrás. A decisão foi tomada, passarei um tempo me dedicando somente ao alemão até encontrar algo que me faça sentir satisfeita. Obrigada, viu?!
      grande beijo

  2. Eu sempre fui assim, se uma coisa me incomoda muito eu jogo fora ou me desfaço sem nem piscar. E também sempre fui assim com os empregos, se estivesse me estressando muito eu pedia demissão. Não sei se ser doida como eu é bom ou ruim, mas se você estiver sentindo que não dá mais pra você, faça o que sua intuição te diz. Um abraço, Ana.

    • Mallu, acho que isso é bom. Mostra que você é uma pessoa de atitude e determinada. Na verdade, isso é algo que todos nós deveríamos ser! Sinto que aos poucos tenho recuperado a minha determinação! Um abraço e obrigada pelo comentário!

  3. Putz, eu já passei por isso, mas o problema não era bem o trabalho e sim o chefe! Bom, algo precisa mudar, ou você muda ou muda de trabalho. O importante é fazer algo que te faça feliz, afinal ficamos boa parte do dia no trabalho… Boa Sorte! 🙂 bjao

  4. Ai Aninha…essas crises do mundo adulto, que temos que lidar, são nada fáceis… as vezes a gente não encontra uma saída a curto prazo. Dar o primeiro passo para a mudança é parte mais difícil e mais importante. Espero que vc encontre um equilíbrio :-). Bjsss

    • Sim, o problema todo está em dar o primeiro passo, depois disso tudo corre com mais espontaneidade. E ele foi dado! Agora é esperar…obrigada pela mensagem, querida!
      beijos

  5. Aninha,
    Tenha certeza q não estas sozinha… A vida é assim o que seria das estrelas se todos só gostassem do dia?
    Tudo na vida passa procure relaxar e se o teu trabalho está te fazendo mal e não é aquilo que te faz feliz chuta…
    Eu chutei e hoje estou aqui.
    Bjs
    Lola

  6. Aninha,
    Fica assim não! É muito difícil ter tudo na vida rodando bem ao mesmo tempo. Uma hora é o trabalho que tá perrengue, outra hora é a família, outra hora o relacionamento…
    O importante é ter sabedoria pra aceitar as circunstâncias ou ter coragem para mudá-las.
    Bjo
    Márcia

    • Fico triste de saber que o Ivan está também passando por momentos difíceis. Como te falei Ana, essa vida de pesquisador é um massacre constante. Entendo teu esposo completamente….

  7. Oi Ana! Bom, o que dizer? Faz parte, né… Quer dizer, o importante é o balanço final ser positivo e você ser feliz com seu trabaho, senão está na hora de mudar. Mas acho que o ser humano é um pouco viciado em estresse (ainda que inconscientemente), até pra “conquistar” aquele prazer todo de final de semana, feriado, férias. Espero que tempos mais leves no trabalho venham para vc! Bj

    • Obrigada, Ana!
      Eu realmente não sei se sou feliz na minha profissão, pois desde o momento que me formei não tenho trabalhado como uma química “real”. só sei que decidi que essa vida de pesquisadora é algo que não vou fazer nunca mais! vou tentar partir pra indústria e ver o que os novos ventos irão me trazer.
      beijos e valeu pela força, xará!

  8. No primeiro Ausbilding que eu tentei fazer foi uma catastrofe total muita hora extra no estagio e nas aulas só palhacada a hora que eu disse chega, foi um alivio imenso, tenta conversar com o pessoal se nao te ver jeito mesmo comece já a procurar outra coisa ficar em um lugar sendo destratado ou feito de palhaco dá nos nervos de quaquler um mesmo, boa sorte!

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s