Gafes de aprendiz

Aprender uma nova língua é difícil e requer tempo, mas também pode ser bem engraçado no começo, quando situações constrangedoras, os micos e mal-entendidos são frequentes. Eu já cometi cada gafe, que quando paro pra pensar fico rindo sozinha, e claro, ainda continuo cometendo. As vezes fico tiririca quando o meu próprio marido usa isso pra se divertir às minhas custas, mas depois eu me divirto junto. Acho que o dia que ele mais riu de mim, foi logo no comecinho do nosso namoro, quando eu estava viajando sozinha e me perdi. Era tipo umas onze da noite e eu no meio da chuva, sem guarda-chuva e puxando uma mala, peguei o ônibus errado e quando me dei conta já estava bem longe do meu destino. Liguei pra ele pedindo ajuda e fui dando as coordenadas de onde estava. Até que ele pediu pra eu dizer o nome de alguma rua mais próxima. Avistei uma plaquinha azul do outro lado da rua, corri até lá e li: Einbahnstraße. Pronto, ele começou a rir descaradamente e até hoje isso ainda é motivo de chacota. E com razão né? Essa palavra, que não é nome de rua, significa apenas rua de sentido único. E minha noção de trânsito, tinha ido pra onde nesse instante?

Outra vez aconteceu nos correios. Peguei um envelope da prateleira, coloquei os documentos dentro e fui pra fila. Falei que queria enviar o documento e que o envelope era de lá. Mas quem disse que eu falei que queria pagar por um Umschalg (envelope)? Espontaneamente saiu: Der Vorschlag ist von hier (A sugestão é daqui?). Nada a ver!!! A palavra certa veio na mioleira alguns segundinhos depois…mas era tarde, a mulher do caixa já tinha entendido o que eu queria dizer e seguiu com o pagamento. Saí morrendo de vergonha, mas duvido que essa eu erre novamente.

Meu marido está aprendendo português, mas não frequentando um curso regular, apenas por me ouvir e perguntar como é isso ou aquilo em português. Ele sabe todos os nomes feios possíveis e ainda tem que o ajude ensinando mais. Ele acha isso bonito e tá sempre soltando um palavrão, especialmente no trânsito. O mais engraçado, é que ele fala igualzinho a cearense! Também pudera, meu sotaque cearês é fortíssimo. Apesar dos palavrões, é muito bonitinho o jeito que ele fala e ainda mais quando comete um deslize.

Um dia, quando eu ainda estava no Brasil, conversávamos pelo Skype quando minha mãe veio e perguntou como ele estava indo. Ele respondeu: –bem! Hoje está o aniversário do meu ovo! Eu o corrigi explicando que era avô e ele entendeu que ovo era outra coisa. É também difícil pra ele usar corretamente os verbos ser e estar nas frases, então fica sempre trocando um pelo outro.

Mas esses dias ele falou algo tão hilário que me faltou o ar de tanto rir. Enquanto ajeitava a mala pra viajar, ele soltou essa: –Ana, eu preciso de mais calcinhas. Assustada com a frase, perguntei: –como assim? Pensei que ele tava reclamando das minhas. Mas não. Ele falava das próprias calcinhas, que estavam velhas e algumas até bombardeadas. Morrendo de rir, eu falei que homem não usa calcinha, mas sim cueca…que ele precisava então de cuecas novas. Em alemão, existe Unterhose für Männer (cueca – para homens) e für Frauen (calcinha – para mulheres). Ou seja, a palavra é a mesma e provavelmente ele já deve ter ouvido eu falar a palavra calcinha, por isso a confusão na cabeça do branquinho. Mas agora ele já sabe que precisa é de cuecas!!! hahaha

E assim a gente vai levando pra ficar numa boa! Ambos rindo dos próprios micos e aprendendo com as situações embaraçosas.

E você, lembra de alguma? Conte-me sua gafe! hehehe

Anúncios

24 comentários sobre “Gafes de aprendiz

  1. Morri de rir agora e meu marido aqui do lado curioOoso para saber com que tanto eu ria kkkkkkkkk
    Estávamos na IKEA comprando umas panelas (POTA em Espanhol), eu distante dele uns 2 metros e digo em alto em bom som: amor gostei do tamanho desta POLLA, ele olha para mim com os olhos esbugalhados e faz caras e bocas, eu sem entender nada ainda digo: então, que vc acha? gente do céu, POLLA é o nome do órgão sexual masculino e POTA é panela kkkkkkkkk enfiei minha cara no peito dele e nem quis ver quantas pessoas estavam a nossa volta e vc sabe que IKEA vive cheira de gente em todas as seções todos os dias né?sai de fininho kkkkkkkkkkk sem contar nas confusões que meu marido tbm faz ao falar alguma palavra em Português 🙂
    beijinhos

  2. Olha, meu mico mais clássico foi num restaurante em Berlin.
    eu estava guardando o lugar do Limão, aí veio uma moca muito abusada e sentou em cima da minha mão, ignorando que eu estava ali fazendo a guarda.
    Eu falei pra ela que o lugar tava besorgt ao invés de besetzt! e ela quase teve um infarte de tanto rir, mas aiu do lugar!Quando contei pro Limao, ele quase teve um troço também!
    mas ele também tem muitas pérolas, mas as que eu sempre me lembro são:
    ” Amazonas” que na cabeça dele significava ” Uma zona!”
    e um dia liguei pra ele, e ele:
    – Ah, tô arrumando meu quarto aqui que tá amazonas! Huahuahauhau
    E a segunda quando ele falou que não ligava muito pra comprar roupa porque ele não era “viadoso”! Hahahahaha
    Mas tem mais, se procurar, além de pérolas achamos até um diamantes!
    Beijos

  3. Oi Ana!! Morri de rir…. eu tb ja me confundi com Einbahnstrasse…. kkkkk!! Eu tb fico dando uma remoída quando erro, mas cada dia mais tento seguir a filosofia do Benny do fluentin3months.com, conhece ele? Para ele o maior obstáculo para aprender línguas é o perfeccionismo, o medo de errar. Por isso, quando ele começa a aprender uma lingua nova já começa falando do DAY 1, ou seja, errando tudo, mas fazendo o possível para se comunicar 100% na lingua alvo. Nao é fácil ser cara de pau, mas to tentando hehe! O meu noivo faz aula de portugues há mais de 3 anos, fala até direitinho, mas vira e mexe ele usa “estar” onde nao deve. Esse ‘trem’ deve ser difícil de verdade, a gente que nao percebe hehe Bjim!

    • Oi Ana!
      Que bom que não fui a única a errar com Einbahnstrasse!!! kkkkk o bom de errar assim e ficar remoendo é que jamais esquecemos e não erramos novamente. Aprendendo com traumas! hahaha
      Não conheço esse site ainda, mas acho que já vi o link no teu blog. Vou dar uma olhadinha aqui. Valeu pela dica! 🙂
      beijinhos

  4. Oi Ana entre um blog e outro de brasileiras que moram aqui (Alemanha) cheguei no seu,rsrsrsrsr…Sou cearense mais moro em Munique.Ainda nao domino muito bem esse idioma,mais além de cursos vou aprendendo com minha filhota (11 anos) e com o marido que fala super bem português mais comigo só alemao,aff,rsrsrsrsr…E entao tenho que me virar nos 30 para entender o que ele fala além de ser em alemao tem o complemento do dialeto da regiao dele aí fica mais complicado.Mais com interesse tudo se aprende entao vamos que vamos.As gafes vou lembrar e depois te passo.Bjs.

    Malú.

    Também tenho um blog se quiseres visitar ficarei muito feliz em te ver por lá.

    • Oi Malú!
      Já dei uma passada no seu blog! Agradeço novamente pela visita! Já estou te seguindo e achei seu blog super legal!
      Adoraria saber das suas gafes também! hehe
      Volte sempre!
      bjão

  5. Nossa, cometi tantas gafes na Alemanha que nem cabe todas aqui. Mas a mais marcante foi quando fui cortar cabelo na Alemanha. Treinei a frase que eu queria pedir (só cortar as pontas), a mulher entendeu e me ofereceu mais uma opcao, que eu nao entendi e aceitei. Fiquei parecendo o McGIver por algum tempo hehehehe

  6. Hahaha… aprender outra língua realmente é muito hilário! Assim que cheguei em Stockholm eu fui comprar o bilhete para o metrô (chamado nessas terras de Tunnelbana). Só que para mim o metrô chamava-se Tunelbanan. Fui toda cheia de confiança e pedi um bilhete para o “túnel da banana”. Acho que nem preciso dizer que a atendente só não soltou uma gargalhada, porque era sueca e suecos são moderados.

    O segundo episódio engraçado foi durante um jantar ao qual fui. Eu levei a sobremesa e pedi para colocar na geladeira. Só que eu usei o verbo errado e soltei um “quero fazer sexo com a geladeira”. Imagina a minha cara quando me explicaram o que eu havia dito. Quase entrei na geladeira para me esconder.

    Ainda bem que todo mundo foi tranquilo comigo e entenderam que eu estou ainda em fase de aprendizado. No fim sobrou boas histórias para compartilhar. 😉

    Puss!

    • sexo com a geladeira??? kkkkk deveria ganhar o prêmio gafe do século! Imagino a cara do pessoal, bom motivo pra uma forte gargalhada! hahaha
      O bom é isso…a gente fica remoendo no começo, mas depois tudo vira história pra contar e rir sobre!
      Puss

  7. Anoca,
    que engraçado este post, morri de rir…
    menina mais o seu alemão esta ótimo. Nunca que iria sozinha no correio… Nossa pra mim é um perrengue aprender essa língua.
    Realmente tenho esta mesma impressão que alemão aprende muito rápido…
    beijossssss

    • Ótimo não, Aninha! Ainda estou engatinhando! Mas me atrevo sim a fazer tudo sozinha! Você deveria perder a vergonha e tentar, tenho certeza que seu alemão está num nível bom também. Trau dich!
      beijos

  8. Nossa eu ri alto e o marido já quis saber porque! Rimos alto juntos, rsrsrsrs!!!
    Muito boa essas histórias, eu também tenho uma aqui e outra ali!! Uma vez acabei falando pra tia do marido que eu nao gostava de lavar a cabeca de ferver o leite, (kopf), quando eu queria mesmo dizer a panela de ferver o leite (topf), lembrei disso horas depois e quase fiz xixi nas calcas de tanto rir de mim mesma!! A tia do marido nem pra me corrigir!!
    Beijo!!

  9. Eu acho que não tenho muito para contar sobre gafes porque eu quase não saio por aqui, muito menos falo com os outros Ás vezes no supermercado ou no restaurante mas só. Agora, para assistir televisão e ir ao cinema meu nível de compreensão de alemão tá bom. Meu marido também está aprendendo português de tanto me ouvir falar. No trânsito quando alguém está murrinhando na nossa frente, ele diz “Sai babaca!” que é algo que eu diria…rsrs.
    Ele começou a aprender em um curso de português de Portugal na VHS, que é um curso destinado aos descendentes que portugueses que não falam português. Mas com o tempo, as diferenças foram muitas e ele saiu e começou a aprender em casa mesmo.
    Um beijo e boa semana pra você!

    • Mallu, alemão tem o dom pra aprender línguas. É impressionante a capacidade que eles tem de aprender rápido. Normalmente falamos alemão e inglês em casa, vez por outra eu falo em português e ele responde. Eu só vim saber que o nível dele tava bom quando minha mãe veio e ele soltou a língua. Fiquei impressionada. E tudo o que ele aprendeu foi só de me ouvir falar! O mesmo caso do seu esposo!
      abraço e ótima semana pra vc também!

  10. Ah, essa parte é a mais engraçada para um casal bilíngue. meu namorado fala português e até que manda bem, mas ele é palhaço, gosta de brincar com as palavras e fala errado certas coisas porque quer, porque acha bonitinho. Ele morre de rir que a gente fala “muito pouco”, aí desemboca a dizer “mais melhor”, “mais maior” e coisas do tipo. Já cansei de corrigir. E, claro, ele faz graça do meu inglês quando cometo deslizes. Acha hilário.

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s