um alô da Francônia!

Finalmente estou em casa! Aos poucos desencaixotando tudo e dando um sumiço em toda a bagunça. Mudança é sempre um saco, ainda mais quando se tem pouco mais de 250 km para percorrer. Apesar do cansaço e do trabalho que ainda não acabou, estou muito feliz de estar em casa.

IMG_4582

Essa é a primeira vez, ao longo desses 3 anos e pouco, que moramos juntinhos, debaixo do mesmo teto. Como ele mesmo diz, agora é que tudo começa, temos que nos amar e nos aturar todos os dias! Ele já começou mal por reclamar das minhas roupas e bolsas, dizendo que não vai ter espaço pra tudo e que pretende fazer um leilão. Não entende que mulher não pode viver com uma bolsa só! Engraçado é que ele disse nunca ter notado que elas eram tantas! hehe

Até agora estou gostando do apartamento. As únicas coisas que realmente não gosto são algumas paredes totalmente mal-acabadas e as portas que são horríveis, tem uma cor que lembra porta das antigas. Estou pensando em pintá-las de branco, mas terei que ver no contrato se é permitido. Aqui também é frio! O piso é gelado e com a chegada do outono os aquecedores já tem que estar trabalhando constantemente. Da janela, não tenho mais vista pra um jardim, mas para um posto de gasolina, então involuntariamente estarei checando o preço do combustível diariamente.

Moro a exatamente 400 metros da IKEA! Ainda estou decidindo se isso é bom ou ruim. Só ontem fui lá duas vezes. Tem sempre uma coisinha aqui e ali que falta e eu considero a IKEA um paraíso para compras. Será que vou enjoar com o tempo?! 🙂

A rotina agora é outra. Estou desempregada! Ontem liguei pra minha mãe e disse que tinha começado o dia lavando pano de prato encardido. A máquina de lavar ainda não está funcionando por causa de um vazamento. Ela ficou com dó! hehe Os planos de agora em diante são (1) focar no alemão (pretendo fazer um curso intensivo pra terminar o B1.2, que parei em Tübingen e iniciar o B2) e (2) depois que conseguir um nível de conversação melhor para uma entrevista, colocar uma pastinha cheia de currículos debaixo do braço e começar a bater nas portas em busca de emprego. Não vou ficar desesperada não! Tudo vem com o tempo e eu sabia que passaria por isso. Eu trabalhei muito meu emocional pra aceitar que seria “sustentada” por um tempo. Eu que sempre fui daquelas que ajudava dentro de casa e sempre trabalhei, comecei a pirar um pouco pensando nisso. Está sendo algo novo, mas já estou aceitando melhor. Alguém aí já passou ou está passando por isso? Algum conselho sábio além de “não compre mais como antes”?

Moramos quase na fronteira com Nürnberg, daqui de casa é somente um quilômetro. Para o centro histórico são uns seis. Pertinho né? A ida de bicicleta é maravilhosa. Tem um caminho beirando o rio, fizemos no domingo e achei super fácil chegar em Nürnberg daqui. Fürth é boring. Realmente não tem muita coisa pra fazer por aqui. A cidade é bonita, mas não é espetacular. Mas acho difícil eu ficar entendiada tendo Nürnberg aqui do lado.

IMG_3236

Por enquanto é só! Logo mais chego com outras novidades!

Boa semana!

Anúncios

41 comentários sobre “um alô da Francônia!

  1. Aninha,
    Me considero uma quase-expert em mudanças… No total foram 12 para 7 cidades diferentes. Um lado muito positivo de mudar é simplificar o que vai para a próxima morada. Nessas horas, vemos o quanto acumulamos coisas que não precisamos…
    Mas concordo contigo, mudar é um saco.
    Ainda mais quando se deixa Tübi fotolete pra trás né amiga…
    Eu nunca entrei em Fürth, mas passei várias vezes pela cidade. Fica perto de Erlangen, não é?
    Qualquer fim de semana desses visite minha cidade Bamberg… Mas antes me peça o roteiro, fiz um massa pra Aninha de Dresden.
    Um conselho para sua fase?
    Não se desespere… Tenha muita paciência com seu esposo – morar junto é um desafio amiga, ainda mais para um casal multicultural.
    Tenha paciência para esperar, mas se prepare como está fazendo… Alemão afiado, currículos atualizados… E ajuste as expectativas… É provável que vc vai parar numa área totalmente diferente da que fez mestrado… Mas acho que vc também se preparou pra essa.
    E venha visitar seu país maravilhoso e ensolarado pra recarregar as baterias!!!
    Beijos
    Márcia

    • Obrigada pelas palavras tão positivas, amiga!
      Fürth é coloda em Erlangen e não fica muito longe de Bamberg! Com certeza farei um passeio por lá! E vou querer um roteiro sim!!! Obrigada!
      Beijão 🙂

  2. Oi Ana nos meados de maio e junho tb estaremos mudando,vamos morar em Singen regiao de Bodensee ,estamos construindo nossa nova morada,e vendo que vc está morando em Furth pensei:Quase que iríamos ser vizinhas,por pouco nao compramos uma casa aí.Menina e quanto a dependencia (momentanea) financeira realmente é algo super chato,mais em breve vc estaré falando o alemao fluentemente e entao as portas de emprego estarao abertas a sua espera.Paciencia é tudo nesses momentos,rsrsrsrsrs…E quanto ao IKEA (suspiros) que maravilhaaaaaaa …Amo essa loja.

    Bjs

    • Oi Malú! Nossa, por pouco não seremos vizinhas!
      Mas isso não impede de um dia nos encontrarmos por aqui ou por aí! Quem sabe, hein?
      Obrigada pelo comentário fofo e pelas palavras de animação! 🙂 Isso sempre é bom!
      Um bjão e boa semana!

  3. Oi lindinha! tu mudaste de casa? Ahh eu acho uma delícia mudar, tenho coracao cigano 🙂 E agora mora pertinho da IKEA? ahhh eu acho isso perfeito! menos por nosso bolso ;-). Conheco Nürnberg, mas engracado nao gosto mt de lá nao… mas o natal é legal, vc pode ir ao mercado de natal,é super bonito, um dos mais belos da Alemanha!

    Amei as fotos, e a ultima, com sol assim,e esse belo caminhol, ahhhh, é td mais bonito por aqui
    q d tem sol ne?
    Desejo sorte na nova casa e mts alegrias.
    E claro, um emprego bem bacana pra ti 🙂

  4. Ana,
    Primeiro quero agradecer o carinho. eu já estou em casa, Mas agora a luta começar, preciso reaprender a andar e levantar o braço. Mas estou confiante que em breve estarei andando, dançando….
    Mas sobre o post, homem é tudo igual né, só muda de nome, endereço e tamanho do documento não é mesmo, querem mulher bonita mas não entende que a beleza requer tempo e dindin… Querem mulheres bem arrumadas, mas não percebem que para isto precisamos de ter acessórios, bolsas, sapatos e outras cositas mas…
    Agora que perdição heim, morar próximo ao IKEA, eu moro perto do Mömax e quase infarto, perto do IKEA infartava….
    Beijos
    Lola

    • Lola!!! Que bom ter notícias suas! Li o seu email também, fiquei super feliz de saber que vc ta bem! Fiquei preocupada! Mas que bom, que bom que agora tá tudo bem! 🙂
      Eu gosto do Mömax, tem um aqui perto também…mas a Ikea vou a pé!!!!
      beijoooo grande querida

  5. Que delícia que você já está no seu novo cafofo com o seu alemão e que aos pouquinhos as coisas estão se ajeitando. Agora é bola para frente e tentar criar uma rotina diferente. Mas pelo amor de Deus, não vá na IKEA todos os dias rs. Essa loja é uma perdição e acho que é a melhor coisa que os suecos já criaram. Como dizem por aqui “IKEA é a Disneylândia dos suecos”… alemães, americanos…. e por aí vai 😀
    Desejo toda a felicidade do mundo!
    Um grande beijo!

  6. Oi Ana! O primeiro conselho é: Pare de ir ao IKEA imediatamente!! kkkk brincadeirinha…
    Que delícia essa sensação de cidade nova, casa nova… eu particularmente, aproveito esses momentos para me “renovar”, fazer coisas que queria fazer mas nunca fiz.
    Quando ao lance de ser “sustentada”, depende muito da pessoa que vc tem do lado… eu tenho certeza de que vc fez uma boa escolha e vcs vão conseguir levar isso numa boa. A vida é assim mesmo, as vezes vc vai ter que abrir mão de algumas coisas, em outro momento vai ser a vez dele. O importante é vcs estarem sempre juntos e com diálogo bem franco. Pra mim, pelo menos funciona muito bem assim… Eu concordo com um dos comentários aí em cima, aproveite esse tempo para se preparar e planejar sua carreira. Tenho certeza q vai conseguir achar um job bem bacana! =)
    bjão

    • uahauahau adorei o conselho Chris! Só que é difícil eu seguir!!!
      Adorei seu comentário! É exatamente como estou me sentindo…passando por esse momento de renovação. Sei que as coisas com o tempo vão se encaixar e tudo vai ter seu lugar. E sim, meu esposo é muito amigo e me dá todo o suporte que preciso, não tenho razão pra tanto me preocupar. Mas de uma forma ou outra, toda mulher quer sua independência e eu estarei sempre lutando pra que isso aconteça! Obrigada pela força! Você é uma querida!
      um beijo

  7. Xuxu…sempre acompanhei sua trajetória e todos os dias olho o Blog…e como sua amiga estou muito feliz por suas conquistas…nossa e foram muitas…não são todos que sabem aproveitar as oportunidades como vc…Oh cearense que se garante essa minha XUXU…se tacou daqui pra Alemanha pra estudar um país estranho e de língua esquisita…Lá se apaixonou 2x…a 1ª por um alemão muito legal e que sem dúvida é sua alma gêmea, e a 2ª por Germany…hj está casada e tenho ctz muito feliz…
    Problemas sempre vão aparecer e cabe a nós saber contorná-los, vc passou por muitas dificuldades e olha onde vc chegou!!! Ctz, se vc ta correndo atrás, é questão de tempo vc está muito bem empregada…e vou estar aqui torcendo pra vc na primeira fila!

    Te amo muito…

  8. Oi Ana!! Felicidades pra você no novo lar :-). Já já as coisas entram nos eixos, só precisa um pouquinho de paciência…
    Tô pensando na felicidade de morar perto de uma loja IKEA, hahahah, dá até “medo”, rs… Bjsss

  9. Que noticia boa! Casa nova vida nova. Viver dependendo financeiramente de outra pessoa é bem chato mesmo, mas é uma fase. Recomendo anotar todos os gastos pra ter um controle bem rigoroso de tudo que entra e sai, só assim consegui identificar onde tava gastanto mais e consegui fazer cortes importantes. O bom que na Alemanha a comida é bem barata, no Brasil ta bem absurdo de ter o feijao e arroz basico. E Ikea é uma perdiçao, me faz muita muita falta! E que caminho bem simpatico esse pra fazer de bicicleta, Nürnberg é uma cidade muito muito linda mesmo. Boas energias nessa fase nova pro casal!!

  10. Morar perto do Ikea seria meu sonho (e pesadelo do Eric) auhuahuahua. Amoreca, foque só nas coisas boas da sua vida. É uma nova fase e vc precisa se adaptar a ela. Nao veja isso como um desemprego e sim, como um preparo necessário para o próximo emprego.
    Fotos lindas, como sempre!!
    Xero!

  11. Espero que a sua adaptação seja fácil e rápida.
    Adoro esses trilhos destinados a pedestres ou a bicicletas. Em lado nenhum são tão fantásticos como aí, na Alemanha.
    Acho que ultrapassará facilmente a barreira da língua, ainda mais com o curso intensivo que pretende frequentar.
    O problema económico é chato, reconheço. Nunca dependi de homem e entendo a sua preocupação. Considere que esta é apenas uma fase transitória e aproveita as belezas de Nuremberg uma cidade fantástica onde já fui muito feliz.
    Um grande beijinho.

  12. Ana, um lido novo começo pra vocês!
    Também tô no mesmo barco, você sabe! Tô rumo ao B1.2 também, mas ainda me sinto insegura para encarar uma entrevista de emprego!Porém não tenho dúvidas de que em bereve estaremos compartilhando boas notícias sobre isso!
    E quanto a morar perto da Ikea, eu acho maravilindo! Aqui em Bonn não tem nenhuma e a de Köln é muito contramão pra eu ir. Então sempre que visito os sogros, dou uma passada lá e choro uma carona pra trazer as muambas depois! Hahahahah
    Tudo de bom na casa nova e logo, a casa e vida vão se ajeitar também! Tô torcendo!

    Muitos beijos e uma excelente semana ( com feriado e tudo!)!

    *** Esse quadro das corujinhas derreteu meu coracão! Awnnnn! ❤

    • Obrigada pelo comentário super fofo, Pam! Como sempre, você é um doce!
      Tenho certeza que logo mais encontraremos nosso espaço por aqui. Não vai custar! Deus é justo e está observando nosso esforço! Logo mais seremos recompensadas! 🙂
      Boa semana pra ti!
      grande beijo

  13. Xará, que bom saber que vc já está com o maridão na nova casa/cidade.
    Sobre a coisa de estar desempregada, tô assim desde que voltei do Canadá há quatro meses. Já me desesperei, já quase enlouqueci, já chorei… Mas sabe o que? Aprendi que, assim como vc disse, tudo tem seu tempo. O fato é que eu não queria qualquer emprego e até agora só tenho buscado vagas de trainee. Mas seja como for, our day will come como diz minha fofa Amy Winehouse.
    Se for fazer leilão, aconselho fazer um online porque nós, suas leitoras, te daremos aquele help. hehehe. Mas pensa assim, se livra do velho para abrir mais espaço para o novo.
    beijos e sabia que adoro ler seu blog?
    PS acho que nunca fui na IKEA e vejo todo mundo comentando que lá é o paraíso das compras. Quem sabe na próxima visita a Europa.

    • Adorei seu comentário! Obrigada!
      Fico feliz que vc goste de ler as coisas que posto! Só não sou tão gifted assim como você quando o negócio é escrever! Gosto muito do jeito que vc escreve! 🙂
      P.S.: se eu for fazer leilão, aviso! hehehe

  14. Ana foque no curso de alemao e devagarzinho vá procurando um pequeno trabalho, os Nebenjob, de 1 ou 2 vezes na semana ou daqueles de 15 em 15 dias, só pra ter contato com os alemaes, treinar o idioma, ganhar uma coisinha, nao é muito, mas é melhor que nada e depois com certeza vc irá encontrar alguma coisa bacana, Deus é pai nao é padrasto e a vida nao é propaganda de margarina, boa sorte 🙂

  15. Aninha:

    Sei mais ou menos onde vc mora, já estivemos nesse Ikea qdo marido e eu fomos a famosa feira de Natal de Nurenberg 🙂 Essa jarra linda e de linda? Tenho uma igual com flores, já secas, que ganhei como presente dos sogrinhos no ano passado…

    E o amor que faz de uma casa um lar 🙂

    Bjo, Mari

  16. Oi flor,
    Você esta numa fase que passei o ano passado, imagina eu trabalhei 8 anos consecutivos no Brasil, tinha um bom salário e de repente tudo isso acaba, a vida fica mais difiçil em vários aspectos. Eu fico flutuando Ana, tem dias que amo isso aqui, não quero mais voltar, depois passa essa euforia e choro querendo ter minha vida de volta. Difícil demais, pelo menos pra mim…
    Vou lutando…
    Mas tenho certeza que sua nova casa irá ficar lindinha e aconchegante, você tem bom gosto, já adorei o quadrinho, a jarra eu tenho uma igual, do IKEA né? rsrsrsr adoro!
    beijossss e faz um post depois contando mais da sua nova casinha

  17. Eu estou passando por isso desde que cheguei aqui. Mas eu vim me preparando desde o começo do relacionamento para algo assim porque eu também sempre trabalhei, eu era professora da rede estadual do Espírito Santo. Trabalhava em um monte de escolas mas ainda estava cursando a licenciatura em artes, por isso tive que me preparar porque sabia que não ia mais depender de mim mesma quando viesse pra cá. De vez em quando eu tenho saudades disso mas procuro focar nos meus planos para o futuro. Infelizmente tive que parar o curso de integração por causa da minha outra faculdade, a qual eu pude transferir para cá, não pude transferir a de artes porque era pública e não tem polo aqui. E eu adorava a minha turma no VHS, era um pessoal show de bola. Eu ria o tempo todo. Não sei quando eu vou conseguir voltar para o curso, mas eu espero que seja logo depois de me formar na faculdade. Meu marido é um amor pois tem essa filosofia de “o que é dele é nosso” e vice e versa. É legal porque penso da mesma maneira e isso me consola. Agora, meu sonho é morar perto do Ikea, gente… Eu acho que nunca enjoaria…rsrs
    Um beijo e uma boa semana pra ti!

    • Oi Mallu,
      obrigada por compartilhar tua experiência aqui comigo. Consigo ver que não é fácil pra vc, que tinha um emprego fixo no estado. O que o amor não faz, né? A gente acaba largando tudo!!! Nem te conheço pessoalmente, mas sei que vc é uma pessoa super preparada e inteligente. Espero que vc também consiga encontrar seu lugar no mercado por aqui também!
      grande abraço

  18. Seja muito feliz na nova casa.
    E morar perto da Ikea? maravilhaaaa…e preju também…hahaha ainda mais quando se está arrumando a casa de novo. Eu adoro ir lá, mas cada vez que eu vou, faço um estrago…hahaha

    Beijos,

  19. Oi Ana!! Eu sei como esse momento não é fácil, quando eu decidi morar com o meu Alemãozinho, também deixei meu amado emprego para trás. Agora estou terminando o nível B2 de Alemão, e espero encontrar um emprego logo, pois acho que nunca vou me acostumar a ser sustentada!! Tenho com frequência crises existenciais por não estar ganhando meu dinheiro, mas meu marido é MUITO paciente, mesmo sobrando para ele de vez em quando :-)… Hoje em dia realmente não compro como antes pois não tenho vontade de comprar com o dinheiro dele e até mesmo tenho vergonha. Mas o que acho importante, é não deixar que nossa frustração influencie no nosso relacionamento de marido e mulher, mesmo tendo meus momentos de revolta eu admiro a paciência e compreenção com a qual ele me ajuda. Depois de um ano, aprendi a admirar o cuidado que ele tem comigo, e me sinto mais protegida que antes quando morava sozinha e pagava minhas contas. Mas espero que não demore muito até que tenhamos nossa independência financeira novamente para gastarmos em bolsas!!! Bjus

    • Oi Munike,
      AMEI seu comentário! Me deixou tão mais pra cima! Lamento estarmos no mesmo barco e termos deixado nossos empregos de lado. Mas o que um grande amor não faz, hein? Não me arrependo, mas assim como vc, preciso encontrar uma ocupação…é terrível viver no ócio. Eu não consigo! Tenho certeza que logo mais estaremos compartilhando boas notícias! Muita sorte pra vc!
      Quando temos pessoas tão especiais ao nosso lado, como o meu alemão e o seu, os problemas são sempre mais fáceis de serem superados. Que eles permaneçam sempre assim!
      Bjão e tudo de bom pra ti!

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s