Budapeste me encantou!

IMG_5014

Semana passada fiz um mini-tour que teve como destino final a cidade de Budapeste. Juntamente com a minha amoreca, tive o prazer de passear novamente pelos Alpes, na região de Berchtesgaden, conhecer Salzburg, voltar a Viena e finalmente, desbravar Budapeste.

Chegar à cidade pela estação Keleti pályaudvar foi um choque! Muita construção, baldeamento, gente bêbada e pedintes. Pensamos: que merda é essa?! Mas foi só nos afastarmos um pouco da estação para chegarmos a conclusão de que a cidade não é uma armadilha para turistas. Pelo contrário, a cidade é linda, organizada e segura.

Acho que todo mundo sabe que Buda e Peste eram na verdade duas cidades separadas pelo rio Danúbio. Em 1873, Peste, Buda e Ôbuda ( “Old” Buda ) se uniram em uma cidade só para se tornar oficialmente a capital da Hungria.

Nós optamos por fazer o Free Walking Tour, o que nos possibilitou em uma única tarde, conhecer os pontos principais da cidade e um pouco da história do país.

Como a maioria dos outros países europeus, a cidade também teve a sua quota de turbulência política. Como a nossa guia nos disse: “A cidade foi libertada pelos russos após a II Guerra Mundial e depois eles se esqueceram de deixar o país.” O resultado foi a Revolta Húngara de 1956, onde uma manifestação estudantil contra o governo e as políticas soviéticas causou uma revolta no país. Infelizmente, milhares de húngaros foram mortos na revolução, principalmente ao redor da Praça dos Heróis. Isso aconteceu há menos de 60 anos!!! Demorou ainda 35 anos para o país se livrar da ditadura, ou seja, um dia desses! Pessoas da minha idade vivenciaram esse período de opressão! Notei que o húngaros são um pouco ásperos, ou apenas muito determinados. Talvez isso seja reflexo desse período – talvez ainda estejam se acostumando com esse novo mundo.

Xiiii geekei! História não é o foco do post! O que quero mesmo é mostrar meus cliques por lá!

Amei passear por suas ruas e pontes. A cidade é fácil e prazerosa de andar. Eu confesso que senti um pouquinho de insegurança no momento que cheguei (coisa de imigrante mimada em país seguro), mas relaxei quando percebi que a cidade é realmente segura. A nossa guia nos falou que o único problema da cidade são os batedores de carteiras, mas isso é problema de toda cidade grande.

IMG_4799

As melhores vistas são obtidas das margens do rio. Do lado Peste, o Castelo de Buda e o Bastião dos Pescadores dão um verdadeiro espetáculo de luzes durante a noite.

IMG_4912IMG_4907IMG_4910

Do Castelo de Buda, uma vista estonteante de Peste, com foco na Ponte das Correntes e na Basílica de São Estêvão. Da Citadella, vê-se um panorama completo de Budapeste – paisagens de tirar o fôlego…literalmente!!! A subida não é das mais amigáveis, mas vale a pena cada gotinha de suor caída da testa!

IMG_4830IMG_5004

A arquitetura da cidade é magnífica. Ora se mostrando com edifícios de Arte Nouveau, ora com prédios totalmente influenciados pelo comunismo. A Avenida Andrássy é cheia de prédios lindos e dignos de serem observados. Em um dos extremos dessa avenida, fica a Praça dos Heróis. A avenida, a praça, o Castelo de Buda e o panorama do Rio Danúbio, são considerados patrimônios da humanidade, pela Unesco.

IMG_4941

Nessa mesma avenida, fica localizado o museu Casa do Terror, dedicado aos períodos de fascismo e comunismo. As exposições relatam os tristes acontecimentos dessa época. Logo na entrada toca uma música sinistra que mais lembra o filme Jogos Mortais. Durante o trajeto, fotos históricas e relatos impressionantes nos transportam para um passado não muito distante. Parada obrigatória!

IMG_4934

Outros pormenores:

– A cidade tem inúmeros bebedouros e fontes de água potável espalhados por várias esquinas. Achei o máximo não ter que gastar dinheiro comprando água!

– Super recomendo fazer o walking tour! Adorei todas as informações que peguei! Detalhes que só um nativo pode transmitir.

– Provei um doce maravilhoso por lá – o Kürtőskalács. Se por acaso alguém que ler esse post for em Budapeste, por favor, coma um inteiro por mim!!!

– A cidade é muito barata! Não vale a pena trocar muito dinheiro logo de cara. Recomendo ir trocando aos poucos! E cuidado pra não se confundir com o horror de zeros que tanto vai te  assustar!

Resumão: AMEI Budapeste!

28 comentários em “Budapeste me encantou!

  1. Oi Ana! Eu também adorei Budapeste, acho que tive essa mesma sensação quando cheguei à estação! Infelizmente fui no inverno rigoroso, mas quero voltar no verão e passar por lá e mais alguns lugares próximos!! Beijinhos

  2. Que legal encontrar esse post no meu reader… Estou indo para Budapeste no fim do ano e adorei as dicas. O mais difícil agora vai ser só aprender a dizer Kürtőskalács! Hehehe.

    1. Olha só que legal! Espero que as informações sejam uteis! Você vai adorar lá! Depois conte no blog suas impressões. Ah, não precisa dizer esse nome quando for comprar o doce! hahaha
      Faça como eu depois de uma tentativa fracassada de perguntar em inglês a diferença entre um doce e outro: acabei apontando pra foto e balancei a cabeça. A moça entendeu o que eu queria! 🙂
      abraços

  3. Uuuaaau! Amei as fotos, que cidade bonita! Adorei seu momento geek, foi bom pra dar um panorama da cidade. Os walking tours sempre são ótimos, a gente descobre coisas muito peculiares que não acharia em nenhum guia ou livro. Não sei se é impressão minha, mas me parece que Budapeste tem uns ares de Praga. Deve ser mágico lá!

    1. Obrigada!!! Ainda não conheço Praga, mas acredito que os ares possam sim serem parecidos. Estou morando a 3 horas de lá, agora não tenho mais motivos pra não ir! 🙂

  4. Muuuuito obrigada por me informar que Buda e Peste era duas cidades separadas. Juro que não sabia (aposto que foi num dos dias que matei aula de história que isso foi explicado…rsrrs).
    As fotos estão divinas!!! Parabéns!!!
    Confesso que tinha um certo preconceito com o lugar, por medo também. Ainda bem que vc mostra que é tranquilo e principalmente, uma cidade barata!!!!

    Beijos

    1. Oi Ana! Acho que cometi um erro em afirmar que todo mundo sabe desse detalhe! Desculpa!
      Obrigada pelo elogio das fotos! Adorei!
      Quanto à cidade, por ir sem medo! Tem muito a oferecer!
      bjão e bom fim de semana!

  5. Ana,
    Como sempre obrigada pelas fotos lindas que vc posta. Pelo próximos muitos meses serão as fotos dos blogs me farão viajar e me encantar.
    Eu sou apaixonada por história, aliás confesso que chego a ser tarada, devoro sites e livros que relatam sobre fatos e acontecimentos. Mas nada se compara a vistar e ver com nossos próprios olhos.
    Mas um dia chego lá.. risos
    Beijos
    Lola

    1. Oi Lola!!! Fico feliz que vc gosta de passear por aqui comigo e que tenha gostado das fotos! Espero que um dia você consiga ver Budapeste de perto!
      grande beijo

  6. Eu também amei Budapeste…
    Como vc, me assustei na estação de trem… Ainda mais porque estava acostumada com o altíssimo padrão da Alemanha e Áustria…
    Mas a cidade recompensa… O passeio pelo Danúbio no entardecer é de tirar o fôlego… Belíssimas as suas imagens, amiga!
    Viajar com amigas é uma delícia! Aproveite!
    Beijocks
    Márcia

    1. Amiga, então vc entende o choque que tive! hahahaha
      Acho que o que realmente mais gostei foi andar pelas margens do rio. É simplesmente encantador! Estou esperando sua visita aqui na Alemanha, para também podermos passear juntas! 🙂
      beijos

  7. Que viagem BACANérrima!!!!!! ainda mais com a Lê, poxa deve ter sio muito legal… olha quem sabe um dia não fazemos isso juntas também… rsrsrsr
    Fotos, já disse “MARA”! Você esta fotografando igual a um PROFISSA!!!! perfeitas
    Te disse que Ivan esta indo amanhã pra lá?! pois é, fico aqui chupando os dedos e namorando Budapeste através do seu post….
    beijos flor

    1. Pois é Aninha! Foi muito legal!!! Eu adoraria passear com você também! Quem sabe a gente ainda realiza esse nosso sonho hein? Já pensou, eu vc e Marcita juntas?!!! Tomara que um dia dê certo! Espero que o Ivan aproveite pra conhecer a cidade e goste muito de lá!
      Beijinhos

  8. Eu acho que, como diz minha mãe, os russos deram uma de zé sem braço e fingiram que se esqueceram de deixar a cidade depois da libertação. hehe. Coisa linda. Amei as fotos e principalmente as tiradas às margens do rio. Só uma dúvida: a viagem foi de carro?

    Beijo

    1. Oi xará!
      Então…o passeio foi todo de trem!!! Leva cerca de oito horas de Budapeste pra Nürnberg…é chão viu! E também custa caro. Essa é a parte chata da viagem. Mas com organização dá pra ir tranquilo. Fico feliz que vc tenha gostado das fotos!
      um beijo
      P.S: estou em falta com seu blog…andei meio ocupada. Logo mais apareço pra ler seus últimos acontecimentos!

  9. comi um pao parecido com esse na república Tcheca era bem gostoso mesmo tanto doce quanto salgado, é erdade que na Hungria eles usam mais paprika que aqui? tb adoraria ir lá, detalhe que ir em quase todo cidade por aqui.

  10. Juro que não sou “burralda”, mas eu não sabia que Buda e Peste eram duas cidades separadas. momento #fail total :-(, mas ainda bem que existem blogs como o seu para me iluminar:D! Eu sou suspeita para falar, mas eu adoro posts que relatam um pouco de história também, acho que fica mais interessante entender o porquê disso ou daquilo, principalmente quando se tem planos de viajar para alguns lugares.
    Eu nunca fui para Budapeste, mas morro de vontade e depois de ler sobre a cidade aqui estou aguçada, assim como a Sandra ficou. Na verdade eu adoraria conhecer toda a Europa, pelo menos as principais cidades, mas acho que terei de me organizar e planejar direitinho para não ir à falência.
    Outra coisa que eu adorei foram as dicas. Essas sim são as mais preciosas, pois guia nenhum nesse mundo as faz desse jeito. Amei o post 2!
    Puss!

    1. Mas olha, disfarça!!! Talvez eu que tenha sido muito pretensiosa em supor que todo mundo sabe disso! kkkkkkk
      Tomara que você vá e consiga se surpreender o tanto quanto eu. Na verdade, eu acho que não tem como não gostar de lá. E como falei, a cidade é barata, por conta da moeda desvalorizada. Quem troca euros, por exemplo, passa dias super tranquilos por lá, ou até mesmo luxuosos…dependendo da quantidade! hahaha
      Obrigada por ter gostado!!! Fico muito feliz! 🙂
      Puss!

  11. Eu morro de vontade de conhecer Budapeste e não é de hoje :-). Seu post aguçou ainda mais a minha vontade! Todas as reviews que eu leio de lá são positivas e melhor ainda saber que é uma cidade barata 😉 .
    Geralmente países que foram comunistas, não são lá referências em atendimento ao turista, rs… mas é sempre bom conhecer outras culturas e outros modos de vida. Amei o post! Bjsss

    1. Oi Sandra!
      Eu não li nadinha antes de ir. Fui às cegas, sabendo muito pouco sobre a cidade. Daí veio a surpresa: ela tem muuuuito a oferecer e a sua história é muito envolvente! Tomara que você a visite!
      beijos

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s