No topo da Alemanha: Zugspitze

Dois dias antes de eu viajar pro Brasil, nós fomos conhecer o ponto mais alto da Alemanha. Os Alpes ficam apenas a algumas horas de distância de Fürth, de carro ou de trem. Lá está o Zugspitze – precisamente com 2962 metros acima do nível do mar, a montanha mais alta e o maior resort de esqui do país. Do seu topo em um dia claro, pode-se ver os picos das montanhas em quatro países (Alemanha, Áustria, Suíça e Itália). É uma beleza que parece não ter fim!

zugsptize_wp

No inverno a previsão do tempo pode ser muito falha na região dos alpes e fica muito difícil planejar alguma viagem com uma semana de antecedência, pois tudo é muito incerto e muda super rápido. Decidimos então fazer do jeito brazuca, ou seja, espontâneamente. Chequei a previsão no dia anterior da viagem, que estava prometendo um dia de sol no topo do Zugspitze. No dia seguinte, acordei às 5 e comprovei que nada havia mudado. Foi aí que rapidinho a gente se arrumou e pegou a estrada. Antes das nove da manhã já estávamos na cidade de Garmisch-Partenkirchen. Detalhe, esse foi o único dia da semana que fez sol por lá! Pura sorte ou tinha que ser aquele dia mesmo? 🙂

zugsptize_wp1 zugsptize_wp2

Não tínhamos planos definidos, só a certeza de que finalmente chegaríamos até o topo da Alemanha. O dia estava bonito mas muito frio. Assim que chegamos na estação de trem que nos levaria até lá, vimos que a temperatura no topo já estava em torno de -15. Daí resolvemos que seria melhor passar somente umas três horas lá em cima e aproveitar a manhã para caminhar ao longo do Eibsee, um lago espetacular que fica no pé das montanhas. O trajeto de 6,5 km nos tomou quase a manhã toda, com paradas para tirar fotos e apreciar a beleza singular do lugar.

zugsptize_wp4 zugsptize_wp5 zugsptize_wp6

Do lago, a viagem até o glacial pode ser feita de trem ou de teleférico. Há teleféricos partindo tanto na Alemanha como na Áustria, uma vez que a montanha fica bem na fronteira. Nós subimos de trem, o que levou mais de 40 minutos (parte do trajeto é feita por um túnel) e descemos de bondinho. Acho que subir e descer de bondinho é bem mais interessante e o trajeto é feito em apenas 10 minutos. Há uma plataforma de observação no topo, com o Biergarten mais alto Alemanha. Tem também um restaurante com preço super bom, mas a comida deixou muito a desejar.

zugsptizecolzugsptize_wp8zugsptize_wp7zugsptize_wp12zugsptize_wp9

O ponto mais alto é sinalizado com uma cruz. Pra chegar até lá só tem um jeito: escalando. Nós preferimos não arriscar e apreciamos o ponto só do terraço mesmo.

zugsptize_wp15zugsptize_anakilizugsptize_wp11zugsptize_wp13

No topo também se encontra uma estação de pesquisa que ajuda a monitorar as mudanças climáticas.

zugsptize_wp10zugsptize_wp16

Nós tiramos muitas fotos, mas acreditem, tudo num sufoco muito grande. Eu nunca tinha tido a experiência de fotografar com essa tempertatura. Doía tudo. Era eu tirar as luvas que em questão de segundos os meus dedos congelavam. Mas sem dúvidas, foi uma experiência única e linda na minha vida. Ficamos lá no topo até o pôr-do-sol e de quebra, na descida ainda fomos presenteados com um lindo crepúsculo! Quem ficou com vontade de conhecer o Zugspitze levanta a mão! \o/

zugsptize_wp14

Mais informações sobre o lugar, preços e tickets: http://zugspitze.de

Anúncios

32 comentários sobre “No topo da Alemanha: Zugspitze

  1. Pingback: os últimos dias de 2015 | This German Life

  2. Pingback: Hiking em Berchtesgaden – Eiskapelle | This German Life

  3. Meu Deeeeeeus! Suas fotos sempre me fazem viajar e sentir felicidade, que lugar mais lindo é esse e suas fotos são tão naturais… talento nato! Mesmo! Agora vou aguardar o post contando da viagem ao Brasil! 🙂

  4. Ana! Falar que suas fotos estão lindas é chover no molhado de novo, mas genteeeeee que lugar é esse? Lindo demais! Que sonho estar num lugar assim! Acredita que mesmo morando na Irlanda há quase dois anos ainda não vi neve assim de verdade?

    Realmente, fotografar no frio é tarefa árdua!

    Mas posso fazer uma pergunta? Vocês levam tripé pra tirar foto de vocês dois juntos ou pedem pra alguém?

    • Muito danke, Bárbara!!! O lugar por si só já é muito fotogênico! Respondendo tua pergunta: sim, a gente sempre leva um tripé pra todo canto que vamos. O nosso é super prático, fica bem pequeno depois de desmontado. Tripé é tudo de bom! Adoramos. 🙂

  5. Ana, como sempre lindas as suas fotos!
    Tenho vontade de conhecer o Zugspitze também, mas sozinha dá um certo receio. É uma maravilha essa paisagem, a Alemanha tem muito a mostrar…
    Sobre a sua sorte em escolher os dias: queria ter este dom também! Na maioria das vezes que eu vou para um lugar super bonito, está nublado ou nevando. Em outubro o tempo estava sempre feio, mas justo no dia do casamento da minha mãe deu um sol maravilhoso. Fico feliz que pelo menos daquela vez deu certo…
    Um viva para o jeitinho brasileiro!
    Beijão!

    • Oi Bruna! Obrigada pelo comentário e elogio! 🙂
      Acho que não teria problema algum você ir sozinha. É tudo seguro. E olha, brazuca está em todo lugar. No trem mesmo que nos levou até o glacial, tinha uns 4 brasileiros. Se você tem vontade mesmo, vai com fé. Agora na primavera creio que ficará melhor de ir. Vai continuar tendo neve lá em cima, mas a paisagem vai tá bem mais bonita e verde. E outra, vai tá menos frio. Realmente, pra tirar um bom proveito da vista que o Zugspize oferece, só indo em um dia ensolarado. Espero muito que vc consiga ir até lá!
      Um bjão!

  6. Breathless, Aninha. Me lembro sempre do Canadá quando vejo essas montanhas. Eu tinha a vista do Rocky Mountains do meu dorm e era uma sensação quase estranha a de ficar admirando tanta beleza da minha janela. Ai, deu saudadinha hihi.

  7. Realmente Aninha, pra ir a esses lugares e aproveitar bem o dia, tem que sair bem cedinho de casa, senão bau bau :D.
    Dia lindíssimo por sinal! Estar em cima das montanhas é tudo de bom, eu adoro!
    Levanto a mão \o/ para conhecer :-). Bjs

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s