sobre os últimos dias

IMG_8755

Eu sumi por um mês. E acho que nem adianta mais eu prometer pra mim mesma que vou ser mais ativa nesse blog. Embora eu tente me enganar dizendo que não tenho nada de novo pra escrever ou que ando muito ocupada, no fundo eu sei que nada do que tem acontecido ultimamente é motivo pra eu deixar o blog de lado. Mas sabe, por mais que eu tente evitá-lo, ele ocupa sempre um espaço considerável nos meus pensamentos. Não posso negar que eu gosto muito daqui e das pessoas que frequentemente aparecem pra dizer oi. Eu gostaria muito, mas não…eu nunca vou ser aquela blogueira cheia de criatividade que consegue ter assunto pra postar quase todo dia. Acho até que prefiro a nossa relação assim, sem cobranças. Eu sei que ele é uma parte importante da minha vida, mas não me sinto na obrigação de atualizá-lo com frequência.

Enfim, a vida anda mesmo muito corrida. Estamos reformando um lindo apartamento que iremos morar em algumas semanas e descobri que é muito legal aprender algo novo, como pintar paredes, trocar piso, montar e desmontar móveis. Voltei pro curso de alemão, embora eu tenha batido o pé dizendo que não voltaria mais tão cedo (eu tava muito de saco cheio das professoras e dos Besserwisser- vulgo sabidões de plantão). Sorte que de última hora consegui uma vaga pra começar o C1. Uma das coisas que mais detesto na minha vida aqui é ficar em casa o dia todo e o curso querendo ou não acaba sendo um escape pra mim. Em paralelo tenho estudado bastante pra prova teórica de habilitação. A minha do Brasil não vale mais aqui já faz um tempo. Fiz minha primeira entrevista de emprego em alemão e inglês. Não consegui a vaga, mas sobrevivi e a oportunidade me mostrou que sou capaz de manter a calma e que falar errado em alemão durante uma entrevista não é vergonhoso e nem o fim do mundo. Tenho me ocupado procurando vagas aqui na região e me frustrado muito com o fato de que pode levar bastante tempo até eu conseguir entrar no mercado de trabalho. Isso vindo de mim, uma pessoa que está caminhando para os 33 e com muitos anos de estudo nas costas, acredite…não é nada fácil de admitir. Ultimamente tenho também ponderado muito sobre a minha vontade incontrolável de ser mãe. Por várias vezes tive que tapar os ouvidos pra não escutar o meu corpo dizendo que estou pronta, simplesmente por medo de que uma gravidez e uma criança apenas possam dificultar ainda mais o processo de busca de emprego. Como a vida prega peças! Há alguns anos atrás a minha maior preocupação era conseguir terminar um doutorado e como recompensa pelos vários anos ralando na universidade ter um bom trabalho. Hoje me encontro na idade em que meu útero implora por um filho e ainda não consegui o bom trabalho que tanto almejava. Can we really have it all?

Mas nem por isso eu acho a vida ruim ou vivo reclamando. Por vezes fico triste, claro. E não tenho vergonha de dizer isso. Acredito que muito em breve uma das duas coisas vai acabar acontecendo. Ideal seria se o emprego viesse logo e depois um filho. Mas se não, paciência. Não adianta mesmo fazer tantos planos…a vida está sempre nos mostrando que a gente não sabe nada sobre ela. Por isso, eu faço questão de continuar a minha caminhada assim… sorrindo!

IMG_8709

50 comentários em “sobre os últimos dias

  1. Olá Ana, vc escreve lindamente. Adorei o seu blog. Cheio de vida e inspiração! Embora este post já tenha quase um ano, gostaria de comentar mesmo assim. Casar ou comprar a bicicleta? A maternidade é maravilhosa e a carreira tbm. Já pensou fazer o que ama e ainda poder se dedicar aos filhos? É tudo muito difícil eu sei, ainda mais vivendo em outro pais. Mas se temos o suporte do companheiro pode ser viável. Vejo que você é tão boa comunicadora que poderia desenvolver algo e trabalhar em casa, on line, mesmo na sua área. Será que não seria possível algo tipo consultoria, aulas, orientação para teses? Sucesso e sabedoria sempre Ana!

    1. Olá Cintia! Seja bem-vinda! Fiquei tão feliz com seu comentário. E lisonjeada também. Realmente o último ano foi muito complicado pra mim. Mas acabei de certa forma me encontrando. Decidi investir na fotografia e estou feliz com meu progresso, que segue lentamente mas que está me trazendo muita satisfação. Não é minha profissão, não estudei pra ser fotógrafa. Mas o conhecimento adquirido até o meu pós doutorado é uma coisa que nunca ninguém vai tirar de mim. E afinal foi por causa desse caminho que acabei conhecendo outros novos. A vida é simplesmente imprevisível :). Obrigada pela atenção, pelo carinho de ter tirado um tempo pra ler e escrever no meu post de um ano atrás. Isso me deixa muito contente! Um grande abraço!

  2. Oi Ana, tudo bem? Olha eu tive o meu primeiro filhote aos 33 anos, tudo planejado, tbm depois de receber um não em uma entrevista de emprego na Suíça. Quando eu estava de 3 meses, eles me chamaram de novo, pois a passoa que eles haviam escolhido não ficou no cargo. Mas ai eu não pude mais pela gravidez. Foi a melhor coisa que me aconteceu amiga, curti muito a minha gravidez, depois o meu bebe, aos 36 tive o meu segundo filho e continuo ate hoje sendo mae em tempo integral. Hoje eles tem 10 e 7 anos, e vejo o quanto eles precisam da mae por perto, pricipalmente levando esta vida de expatriados. Então, escute o seu coração, não importa o que vc decidir, o importante e vc estar feliz com a decisão. Gande beijo e logo logo nos encontramos😉

    1. Muito obrigada por compartilhar isso comigo Cecilia! Mal vejo a hora da gente se conhecer pessoalmente! Acredito que teremos muito a aprender uma com a outra!
      Um grande beijo

  3. Como a Pamela disse, quem vem aqui não procura frequência de posts, buscamos simplesmente a beleza da sua personalidade convertida em palavras ou do seu ponto de vista em fotos maravilhosas. Iniciar uma carreira em um país novo não é fácil. Dói saber que muitas das horas que investimos sendo boas alunas na vida acadêmica não tem o mesmo valor aqui fora. Continue buscando trabalho e deixe as coisas acontecerem… Você é nova! Minha mãe me teve com 43 anos e meus pais curtiram muito os anos de casados sem filhos! Um super beijo!!

    1. Oi Carol! Fiquei tão emocionada com os comentários que recebi! Te agradeço demais pelo carinho de vir aqui! Tudo é muito desafiador, mas o passo mais difícil a gente já deu. Foi preciso muita coragem para largamos nossas vidas no Brasil. Acredito que logo em breve nós todas seremos recompensadas por isso!
      Super beijo pro você!

  4. Que fofinho esse blog, tudo bem, Ana? Que post legal! A minha cara. Eu estou tb caminhando para os 33 daqui há duas semanas, terminei meu doutorado com muito custo depois de anos de vida académica e me vejo no mesmo dilema, ser mama x vida profissional. Mas no final descobri e sinto o mesmo: nós não sabemos nada sobre a vida, sigo o meu caminho com o agora, com o que Deus coloca na minha vida e fico tranquilo e feliz!! Vai dar tudo certo é só deixar fluir! Bjs 🙂

    1. Oi Flavia! Muito obrigada pela visita e pelo elogio ao blog!
      Acabei de visitar o seu blog e vi que temos muito em comum: praticamos fotografia! 🙂
      Espero que através dos nossos blogs possamos trocar grandes experiências!
      E sim, sempre com pensamento positivo! Eu também acredito que vai dar tudo certo!
      bjão

  5. Ana, como sabe, me identifico demais com a sua situação e estou torcendo muito por você : *
    Nem ligo para a frequência do blog, quando vejo que não tem post, sei que é hora de não ter.
    Parabéns pela entrevista em alemão e inglês e também pela coragem (!) de voltar para a escola.
    Beijos

  6. Suas fotos sempre me encantam, Ana, e sua sinceridade tb! Acho que pra nós, mulheres, é tudo um pouco mais desafiador – para não dizer “complicado” 🙂 – Te entendo muito bem e desejo a você que continue positiva e cheia de vida e criatividade assim… O resto chegará quando você mesmo esperar (isso vale pra mim tb… rsrsrs). Receba o meu abraço!
    Rode

  7. Adoro seu blog, porque me sinto um pouco perto da Alemanha toda vez que leio. Quando o blog vira obrigação acaba sendo bem chato.

  8. Oi Ana! Acho que tudo tem um motivo pra acontecer, sabe? Essa fase em que você está passando, de querer ter filhos mas de querer ter carreira acontece com muita gente, é normal. E o que tiver de ser, será. Fique tranquila! Sobre o blog, às vezes dá vontade de sumir um pouco, às vezes de escrever todo dia… O importante é não se cobrar e encarar numa boa, né? Boa sorte na prova de habilitação (o processo aí é igual no Brasil?) e também no curso de alemão! O curso é todo dia?
    Beijos!
    Ps: essa foto está linda, como sempre! Amei o cenário (mas medo de achar alguma aranha ou escorpião nos troncos! Rs) e o figurino! Linda!

    1. Oi Bárbara! Obrigada pelo comentário! 🙂
      Como eu já tenho habilitação brasileira, vou fazer apenas a prova teórica e algumas aulas práticas e por fim a prova prática. Acredito que aqui o processo todo deva ser bem mais difícil do que no Brasil. Meu curso de alemão é de seg a quinta, 4 horas e meia por dia!!!
      Quanto à foto, muito obrigada pelo elogio! Realmente não pensei em aranhas ou escorpiões hehehe, mas pode sim ter mtos!
      bjão

  9. Aninha eu acho essa foto sua bacanérrima, tá com cara de “Tô nem aí, o importante é colocar um lencinho no cabelo e sorrir pro vento”. Way to go, girl!
    Linduca nessa altura do campeonato eu sinto que não dá pra ter tudo… E mesmo quando escolhemos uma coisa em detrimento a outra, às vezes o que não escolhemos acontece.
    Saiba que Deus tem um propósito para cada um dos seus dias, cada um dos seus sonhos. E a maternidade virá quando Ele permitir!
    Você é uma linda e sei que soa piegas, mas tudo vai dar certo. Vai mesmo, Aninha!
    Beijos
    Márcia

    1. Oi Marcinha! Obrigada pelo comentário! Sem dúvidas, tudo acontece no tem dEle! Sou fiel ao propósito que Ele tem pra mim! Obrigada pelo carinho e atenção!
      beijos

  10. Estava realmente com bastante saudades de ler um post seu aqui , e não me importo se tem ou não um novo todos os dias pq sempre quando posso venho aqui e leio mesmo os antigos pq não me canso de aprender cada dia mais um pouquinho com vc.Não posso falar muito que te entendo sobre tudo isso que esta acontencendo agora na sua vida , mas o que posso dizer Aninha é que oro muito por sua vida e sei que Deus vai te abençoar ai nesse lugar, o mais certo a se fazer é como vc disse continuar caminhando com o sorriso no rosto e o amor no coração pq vc é brasileirinha não desiste nunca rsrsrs.Força ai gatona , forte abraço . =)

    1. Oi lindinha! Muito obrigada por vir aqui compartilhar dos meus sentimentos! E por todo o carinho que tenho recebido de você! Sou grata por você ter encontrado o meu blog e ter se tornado uma pessoa tão especial pra mim! beijos

  11. Coração, antes de qualquer coisa é uma alegria poder te ler de novo!
    E não, você não tem que se preocupar com a quantidade e frequência de posts que você coloca aqui no seu cantinho. Porque ele é seu e de mais ninguém!
    Eu, e acredito que todos que te acompanham aqui, viemos pela pura e simples razão de querer desfrutar um pouco dessas palavras tão bem colocadas e cheias de sentimentos, das imagens que você lindamente cria e seleciona pra nós e principalmente aprender a ver a vida de um modo mais simples e otimista, como você sempre ensina pra nós!
    Eu me lembro que quando comecei a te acompanhar, sempre me encantei com a sinceridade e transparência dos seus textos e me sentia muito próxima de você.
    Também tinha a sensaçao de que te conhecia há muito tempo!
    Era realmente um bate papo entre amigas!
    Agora que já te conheço bem e também já te conheço pessoalmente, fico ainda mais maravilhada ao ter certeza de que todas as sensações e emoções despertadas antes eram verdadeiras!
    E num mundo blogueiro cada vez mais àvido por audiência, tenha certeza que poder desfrutar disso aqui no seu blog, é uma raridade!
    Ainda estamos num momento de transicões e muita coisa parece fora do lugar, eu sei disso.
    Mas também tenho certeza que tudo, até os desejos que só você sabe, tudo isso vai se resolver, amiga!
    Minhas oracões e meus desejos de felicidade infinita sao sempre seus!
    Beijos

    1. Oi amiga, muito obrigada pela mensagem super carinhosa! É bem isso mesmo que você falou. Acho que esse blog não seria a minha cara se eu guardasse os meus pensamentos só pra mim. Porque na verdade o objetivo de eu o ter criado foi pra escrever sobre o monte de sentimentos que tenho dentro de mim. Fico feliz que o meu jeito de escrever e compartilhar minhas emoções te agradam. Mais uma vez te agradeço pela amizade e espero que a gente nunca, nunca se perca uma da outra!
      Mil beijos

  12. Esse é um daqueles postes que abrimos o nosso coração e gritamos liberdade!!! Tá tudo certo…. É sempre vir aqui e ver se vc voltou….Paz, fé e uma boa semana

  13. Acho que todo mundo passa por essas questoes na vida né, se nao exatamente essaa pelo menos coisas parecidas. Desejo que vocĕ encontre o seu caminho, sendo ele o planejado ou não! E quanto ao blog, apareça quando dá vontade, quem te segue com carinho vai estar sempre aqui quando você postar, sendo frequente ou nao!!

    Beijikas

  14. Minha linda, que bom ver que tem um texto novo aqui pra ler, mas ao mesmo tempo concordo com vc sobre ter uma relação sem cobranças com o blog. É melhor assim, eu também penso.
    Sobre as outras coisas, sei como é frustrante ter se dedicado tanto ao estudo e a carreira e no fim se ver nessa sinuca de bico. Não é fácil. Eu que tinha só uma graduação já me sentia assim, imagino vc. Por sinal, estava agora mesmo lendo um texto chamado God’s frustrating grace e aquele sistema de “os últimos serão os primeiros e os primeiros, os últimos”. Isso vai contra toda nossa concepção de fairness e é algo extremamente complicado de se entender. Mas o importante é confiar em Deus e saber que Ele sabe o que é melhor para nós. A gente faz tantos planos, mas a última palavra é sempre dEle, né? Ao menos para quem, assim como nós, entrega sua vida a Ele. Hoje me pego pensando no quão feliz estou que muitos dos meus planos não deram certo. Ele sabe o que é melhor, querida. Confie!
    Te mando muitos beijos e abraços e peço que nosso Senhor te cuide e conforte, que Ele te mostre o melhor caminho para sua vida.
    Xx

    1. Muito, muito obrigada pelo carinho e por fazer parte da história desse blog! Você é uma pessoa muito especial pra mim Paulinha! Feliz de poder compartilhar os meus sentimentos com você! ❤

  15. Ohh! Aninha, sei bem do que vc tá falando, realizaçao profissional, realizaçao como mae. Depois de muitos e muitos que passei no decorrer desta minha vida, foi que percebi que o tempo que queremos que as coisas aconteçam ñao é o mesmo tempo que Deus quer. Portanto, espere que as coisas acontecerao no tempo que nosso pai tem reservado para nós. E quanto a ficar em casa todo tempo, tbm concordo com vc, para nós que estamos começando nossas vidas em um pais que ñao é o nosso, ñao há nada melhor que sair de casa, passar o tempo ocupado com outras coisas. Depois de passar os três primeiros meses aqui começou meu desespero, chorava muito me sentia só, um vazio enorme, dai meu marido dizia: relaxa, pense que vc esta de ferias, ah tá! tentei, mas já eram férias demais para uma quarentona que buscava realizaçao profissional e maternidade. Entao para ocupar minha mente, adiquirir experiências e tbm realizaçao de um sonho que era fazer este curso da minha área da moda, me matriculei e já se passaram quase dois anos e já tô no finalzinho ÊÊÊ, foi a melhor coisa que fiz. E o desejo de ser mamy continua fortemente, mas ñao depende só de mi, deixa ver o que Deus tem reservado para mim….Minha flor, sei que é difícil, lhe conto um pouco da minha experiência para ver se serve de acalentar um pouco seu coraçaozinho, queria eu tá ainda com seus 33 aninhos hahahaha . Tente relaxar, focar sua mente em outras coisas……
    sinta-se abraçada forteeemeeenteeee………Beijooossss
    Ah! e ñao se preocupe com o tempo que leva entre uma postagem e outra. O importante é que de vez qdo estaremos por aqui tricotando né verdade? 🙂 xeruuuuu

    1. Oi Jaira! Puxa, muito obrigada por compartilhar um pouco de você comigo. Você me parece ser muito madura e saber do que está falando. Por isso suas opiniões e comentários são sempre muito bem-vindos aqui. Espero que nós duas consigamos encontrar e fazer o que realmente nos traga prazer. Vamos acreditar né amiga! Acreditar nos planos de Deus pra gente! Só temos a ganhar com isso! Um beijo super carinho!

  16. Adoro comecar meu dia lendo seus pensamentos minha Xuxu linda… como sua amiga…fico aqui torcendo pelo seu sucesso! E assim como vc chegou ate aqui, vc vai conquistar o que vc almeja! E como vc disse…sorriso na cara e paciencia!

    PS. Vc pode ter 33 de cabeca, mas nao de corpo…gostosona e com saude!

    Beijossss

  17. Olá, Ana. Foi muito bom ler esse post pois me identifiquei bastante. Hoje mesmo estava a conversar sobre emprego com um primo meu, como é meio complicado estar desempregada. Tranquei a faculdade no 3º período, e sofro com isso por não saber ainda o que fazer, qual caminho profissional trilhar. Tenho sonho em me casar. Estou noiva, mas creio que para isso acontecer preciso também de um emprego, porque você sabe, a vida no Brasil não é tão fácil assim. Mas acredito que tudo aos poucos fica em seu devido lugar, com o tempos as coisas se acertam. A vida é assim mesmo, cheia de surpresas. E para não ficar parada, vou tentar ganhar uma graninha com fotografia.

    Tenha fé, você conseguirá seu emprego e sim, irá realizar seu sonho de ser mamãe que é uma benção de Deus. Tudo em seu tempo certo!

    Acho seu blog um encanto, e ainda por cima, me fez despertar um interesse muito grande em poder conhecer a Alemanha. Não comento com frequência, mas de vez em quando dou uma passadinha por aqui porque sempre me lembro, rs.
    Beijos, querida!

    1. Oi Kellen! Muito obrigada por compartilhar um pouco sobre ti aqui comigo. Cada fase da nossa vida é muito espcial. E a gente tem que procurar aprender com cada uma delas. Você me parece ser bem nova e cheia de planos. Sinto na pele o que é estar desempregada, mas tendo coragem e disposição a gente sempre acaba fazendo uma ou outra coisa. Eu hj ganho algum dinheiro com fotografia e estou muito satisfeita. Não dá pra acrescentar nas compras do mês, mas o que ganhei já me possibilitou fazer vários upgrades de equipamentos. Te desejo boa sorte e que você cresça muito como fotógrafa! Obrigada pelo elogio ao blog e não precisa comentar todos os posts não, o importante é que a gente possa compartilhar nossas experiências! Um bjão procê!

  18. Olá querida, Ana! Saudades de conversar com você.
    Ana, logo você vai ter o seu emprego, procure combater a ansiedade, ela não faz bem. ok. Sobre ser mãe, eu penso que vai ser o feito mais especial em sua vida. Eu não tenho filhos, mas tenho sobrinhos e tenho certeza que sem eles a minha vida seria mais chata. 😀 ❤ Você poderá ter muitos empregos, até vim mudar de profissão, mas seu filho ele sempre será seu querido filho ❤ Eu sinceramente fiquei esperando para ter filhos, e o tempo passou… me lembro, uma grande amiga, casou-se ainda na faculdade, logo teve seus dois filhos e em seguida fez mestrado e doutorado e citou sua linda família nos agradecimentos de sua tese. Mas fique calma, tudo vai dar certo, ok. Grande beijo
    Ps: Você vai ser uma mãe muito linda ❤

    1. Olá Michela! Obrigada pelo comentário! Adorei! Obrigada tb por compartilhar sobre você. É bem como você escreveu, eu não quero deixar esse momento e vontade pra depois. Mas infelizmente isso é uma coisa que depende de tantos outros fatores. Que seja como tem que ser. Eu apenas acredito que tudo tem o seu momento. O meu…e o seu também vão chegar. 🙂
      P.S: acredito que serei uma mãe muito amorosa! ❤

  19. Oi Ana! Estava mesmo sentindo falta das suas postagens, bom ter notícias de novo! 🙂 Eu super te entendo que esses cursos possam ser chatos, mas é com certeza a melhor idéia – fora o aprendizado em si, sei lá, sou super pró-rotina, a gente rende mais! E é tudo meio difícil mesmo – quando estudei pra prova de legislação de vez em quando eu parava e pensava “why, god, why?”. Sabe, a gente fez isso quando era pirralha – é muito difícil aceitar esses recomeços às vezes. Tentei ver o lado positivo (no caso: aprender vocabulário novo) mas sei lá, tem hora que a gente tem direito de xingar e falar “que m!!!”, porque fácil não é, tanta mudança. Fiquei feliz que já está encaminhada no processo de procura – já já vai surgir algo, a Alemanha precisa muito de profissionais qualificados. Também estou meio preocupada com essa coisa de bebê – fico pensando até que ponto vale a pena adiar demais por conta da carreira, o que é mais importante de fato? Mas fato é que não posso nem pensar nisso nos próximos 2 anos e isso me deixa tensa. Divirta-se arrumando o novo apê, imagino o quanto vai ficar fofo, depois mostra pra gente! Bjim
    ps: vou começar a assinar com minha conta do twitter, pq nunca lembro a senha do wordpress e acabo perdendo os coments, haha

    1. Oi Ana! Obrigada pela visita e comentário! Puxa Ana, que saco é estudar pra essa prova. Eu que tava tão satisfeita com minha bike, indo pra cima e pra baixo sem problemas, fui praticamente obrigada pelo meu marido a renovar essa carteira hahaha Mas eu sei da importância que ela vai trazer. Por isso o foco!!! Sabe, o problema todo sobre essa busca de emprego é que estou praticamente limitada nessa região. Você talvez lembre que eu morei em Tübingen fazendo postdoc. Eu tinha que viajar ca. de quatro horas pra cá nos fds. Ser casada e trabalhar em outra cidade pra mim está totalmente fora de cogitação. É muito cansativo e de relacionamento à distância já basta o tempo que vivemos longe um do outro, eu no Brasil e ele aqui. Enfim, existem poucas vagas e a grande maioria não tem nada a ver com a minha especialização. Eu não gostaria de deixar pra engravidar com 34 anos sabe. Decisão pessoal. Eu tenho medo de adiar demais e sei lá, tem gente que demora tanto tempo depois que para a pílula. Tenho uma colega aqui na cidade que parou já faz um ano e meio. Está super triste com as tentativas sem sucesso. Isso me deixa muito preocupada. 😦
      Bom, eu mostro sim depois como o ap ficou. 🙂
      Bjão e obg mais uma vez!

  20. Com uma de suas últimas frases eu praticamente comecei a aplaudir. “Não adianta mesmo fazer tantos planos…a vida está sempre nos mostrando que a gente não sabe nada sobre ela.” é o que mais me define no momento. A sensação é que eu estou andando pra trás aqui, não entendo porque aqui na Alemanha tem que ser tudo tão confuso!
    Espero que esse desejo de ser mãe venha no tempo certo, tem coisas que valem a pena serem deixadas de lado por um motivo maior… sei que tu serias ótima no seu papel materno!
    Boa sorte na sua procura, tu mereces tudo de bom!
    Beijo.

    1. Oi Bruna! Não sei o que anda acontecendo por aí, mas sim, concordo que a nossa vida se torna um pouco mais confusa aqui. Mas é natural. Estamos longe da nossa verdadeira “zona de conforto”, o local onde a gente passou a vida toda. Imagina, procurar emprego fora do teu país, falando uma língua que não é tua, lidando com gente que tem a mentalidade totalmente diferente das pessoas do nosso país…não tem nada de simples nisso! hehehe
      “tem coisas que valem a pena serem deixadas de lado por um motivo maior” : amei essa parte do teu comentário! No momento me parece que isso faz todo o sentido! Estou ansiosa pra viver uma nova fase na minha vida. Sei que vou ser muito feliz! 🙂
      Obrigada pelo comentário! Espero que você comece a dar passos cada vez mais largos na sua caminhada por aqui!
      Super beijo

  21. Eita que post legal!
    E eu muito tempo sem passar por aqui flor.
    Fique tranquila, você vai conseguir seu trabalho.

    Quanto ao curso fui até o B1 e parei, cansei de tanta gramatica e pouca conversa. Ainda está tudo horrível com esse alemão, posso escrever, mas na hora de falar tudo desaparece da minha cabeça é terrível.

    Deixa eu te indicar um app bem bacana e depois faz uma comparação com o alemão da Alemanha e o Alemão Suíço e depois pensa como é que eu estou…rs!
    Chama-se PodClub você escuta e lê .
    Beijos Flor!

    1. Oi Flor! Imagina, a gente já se curte no face, então não se cobre em vir aqui com frequencia! 🙂
      Obrigada pela dica do app, vou dar uma olhadinha sim! Eu nem imagino como deva ser difícil aprender alemão na Suíça. Força amiga! Tamo juntas nessa!
      beijãi

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s