doce dezembro

Eu sou uma amante do inverno. Engraçado quando eu digo isso aqui. Muita gente se assusta pelo fato de eu ser brasileira. Lembro muito bem do meu primeiro inverno na Alemanha. Recém-chegada e sem conhecer absolutamente ninguém, passei o meu aniversário, natal e ano novo sozinha dentro de um apartamento de 20 metros quadrados. Tirando a parte que chorei de solidão, eu lembro que chorei também de emoção de ver a neve cair pela primeira vez na minha vida. Lembro do cheiro, da sensação daquele momento. Lembro do medo que eu tive de sair de casa, da dor que sentia nos dedos dos pés e mãos por não saber me vestir direito. Lembro da euforia de finalmente estar vivendo num país frio, mas também do sufoco que foi conseguir me adaptar aquela grande mudança. Dezembro de 2009, foi um mês marcante na minha vida. O começo de uma nova vida. Foi nesse mês que eu me apaixonei pelos dias frios do inverno. Muitos anos já se passaram e eu ainda continuo esperando como uma criança a primeira neve do ano cair. Não me chamem de louca, mas é bem isso mesmo. Eu, nascida e criada no calor do Ceará, amo os dias frios, amo a neve! Aliás, alguém percebeu que tem neve caindo aqui no blog?

Bom, os dias curtos eu já não aprecio tanto assim. Eu acordo cedo, algo que não tenho mais escolha desde que fui “arrumar” um despertador que me acorda antes das 7 da manhã, sem aquela opção soneca, sabe? Ainda ficamos na cama trocando beijinhos e curtindo o aconchego até a hora que o papai levanta pra ir tomar banho. Visto minhas meias de lã, coloco um cardigan e vou fazer o meu café. Acendo as luzes, coloco baby no chão da cozinha, que é bem quentinho devido ao nosso “Fußbodenheizung”, e ele fica brincando com minhas colheres de pau e me admirando enquanto canto Johnny Cash. E começamos assim o nosso dia.

Quase sempre é um esforço imenso sair de casa nessa época do ano. Especialmente quando se precisa de meia hora pra vestir camadas e camadas de roupa, em mim e no bebê. Isso não é lá uma das coisas que Thomas aprecia. Requer habilidade, força e muita paciência. As vezes pegamos a primeira luz do dia, outras vezes a última. As vezes temos a sorte de sair num dia bem frio, onde o gelo se acumula sobre a superfície das plantas ou num dia de neve caindo. É vida que acontece ao nosso redor e apesar do esforço, eu sempre me alegro de ter deixado o quentinho da nossa casa.

Thomas gosta de estar do lado de fora. Eu percebo isso no comportamento dele, em dias de muita chuva, por exemplo, em que não conseguimos sair de casa. Ele fica impaciente e age como se estivesse me dizendo “me tira desse forno, por favor”. Logo em breve, quando ele já estiver andando seguramente, o ar livre vai ser o quintal da nossa casa. Há tantas coisas pra ele explorar! Mal vejo a hora de isso acontecer. Espero que ele continue gostando de caminhar comigo, conosco.

Dezembro é o meu mês. Há alguns dias atrás eu tive o privilégio de completar 35 anos de vida. Mais um dezembro, mais um ano de vida. Quem diria que oito anos depois do meu primeiro dezembro em Mainz sozinha, eu estaria comemorando os meus 35 anos com um bebê tão querido nos braços. Papai esteve em casa. Acordamos cedo como de costume, fizemos um excelente café da manhã juntos e depois fomos caminhar na floresta. Eu queria ter uns registros bonitos desse dia e queria também aproveitar que o cabelo estava lavado e bonito! A noite saímos para jantar. Nada de festa, nada de convidar amigos, nada de presentes. Eu queria aproveitar o meu dia somente com eles. E foi tão bom assim. Meu presente desse dia são essas fotos. Recordações lindas que valem mais que qualquer bem material.

Daqui uns dias acaba dezembro. Dizer o quê? Esse ano passou voando mesmo! Não canso de repetir isso. Olha só o tamanho de Thomas! Ele já está um meninão. Que loucura, daqui a 2 meses ele completa um ano de vida! Bom, mas enquanto isso ainda temos Natal e Réveillon para comemorar. Tem muita coisa linda para acontecer no restinho deste mês!

Quero aproveitar esse post, que será o último deste ano, para desejar um feliz Natal e fim de ano maravilhoso para todos vocês que me acompanham. Escrevi muito pouco esse ano, bem menos do que planejei, but, alas…essa vida exclusiva de mãe não é fácil. Talvez 2018 seja um ano mais produtivo por aqui!

Que 2018 seja doce!

15 comentários em “doce dezembro

  1. eu sorri a cada palavra, relato e registro seu. não tenho dúvidas de que todos esses momentos são bem mais valiosos do que qualquer outra coisa. o seu bebê, o clima que você tanto ama, a luz que a sua família é… são tantas coisas que nos inspiram. desejo tudo aquilo que for bom para vocês. mais registros, sorrisos e amor. um grande abraço, Ana ♥♥♥

  2. Que bonito ler esse post e ver essas fotos.
    Notar como as coisas não são fáceis e levam tempo, mas sempre valem a pena e tem um significado no futuro. É bonito demais ler o que você escreveu sobre o antes e o agora, de não ser fácil e ao mesmo tempo ver umas fotos que mostram que independente de tudo dá pra se tirar momentos bonitos das coisas mais simples. Te desejo tudo de melhor.
    Sua família é linda. 🙂

    Feliz Natal atrasado & boas festas!

  3. Ai, Ana, eu nunca sei direito como reagir ao ler seus posts. :’) Eu gosto tanto de ler os relatos dos seus dias, do clima daí, da vida em família e do aconchego, é tudo tão lindo! A mistura dessas fotografias com a neve caindo pela tela do notebook deixou tudo mais especial. Que cenário! Apesar de não viver um Dezembro frio e branquinho, os seus posts já fazem valer a pena. O sentimento que ecoa aqui é muito bom. Adorei mais essa postagem, o Thomas é abençoado por ter um lar lindo, com pessoas maravilhosas, e também por ter um quintal mágico desses! Um abraço forte, e desejo um 2018 incrível pra vocês! ❤ ❤

  4. que post amorzinho ♥

    acho que os melhores momentos são esses, os simples, os que fazem parte do dia a dia e deixam a gente com o coração quentinho 🙂

    feliz natal e ano novo ♥
    que 2018 seja ainda mais intenso e feliz 🙂

  5. Que post lindo sobre Dezembro e toda leveza que a neve e os dias frios trazem =) Feliz Natal e um 2018 muito maravilhoso pra voces.
    Bjs

  6. Não gosto quando está calor demais ou frio demais, mas estou aprendendo a conviver com as vantagens e desvantagens de cada estação. Esses momentos são preciosos e valem muito mais do que qualquer presente material. Fico muito feliz cada vez que descubro alguma coisa que temos em comum. Boas festas e que o seu 2018 seja repleto de saúde, alegria e momentos como os dessas fotos. Beijos!

  7. Primeiramente, parabéns pelo seu aniversário! Que Deus te ilumine e te abençoe muito mais. Vida longa e próspera 🙂
    Eu acho que vou ficar super emocionada quando vir neve pela primeira vez… mas não sou a maior fã de inverno justamente por causa dos dias curtos. Gosto de sol e de temperaturas mais baixinhas (então o fim de verão/comecinho de outono que peguei aí na Alemanha esse ano foi muito bom pra mim). Hoje tô de volta ao calorão, hahaha. Enfim, desejo a você e sua família um maravilhoso ano novo! ❤

  8. Eu também amo o frio e ninguém entende. Nunca vi muita neve assim, no máximo uma camada de gelo nas montanhas mas foi o suficiente pra eu amar e quase chorar de emoção. Mas enfim, entrei pra dizer que suas fotos são muito lindas mesmo!

  9. Uma foto mais linda que a outra Ana!!! O Thomas é fofo!! Feliz Natal e Feliz Ano novo para vocês também!! Beijos

  10. Bom dia!
    Lindas fotos.
    Gosto da sua poesia ao escrever.
    E também das roupinhas do Thomas, parece um bebê de filmes antigos. Ainda mais nas imagens em branco e preto.
    Que 2018 seja doce sim. E com saúde e paz.
    Alles Gute!
    Feliz Natal!!!

    P. S. Ah, e feliz aniversário atrasado também!

  11. Como eu amo esse blog, as histórias e fotos lindas! Obrigada por esse conteúdo tão rico!
    Também amo frio (frio mesmo) e preciso de uns 30 minutos pra convencer as pessoas disso… Enfim…
    Feliz 2018! Aguardo ansiosamente os posts do ano que vem!

  12. Recebi email dizendo que tinha um novo post e vim ler já que meu despertadorzinho (também sem opção soneca) acordou pro leite das 5h.
    Também amo o inverno, mas não esses dias curtíssimos… acho que eu amaria se fosse só eu. Mas com duas crianças eu estou contando os dias pra que eles acabem rs
    Feliz aniversário atrasado! 🙂
    Beijos

Faça o meu dia!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s