Nosso casamento feito à mão II

Getting ready

O dia começou cedinho com as meninas que cuidaram do meu cabelo e maquiagem. A maquiagem foi bem leve, do jeito que planejamos. O cabelo ficou soltão mesmo, acho que combinou com o vestido e com o estilo do casamento em si. Meu sapato era super confortável e não me deu problema algum durante as doze horas que passei com ele. Só tirei mesmo pra dançar! Eu sou só amor pela Arezzo!

wp1wp4 O vestido ♥

Ele foi praticamente a grande atração do dia! Ah, como ele foi admirado! Muita gente chegou pra dizer que coisa igual nunca tinha visto. As crianças amaram e queriam ficar segurando a cauda dele o tempo todo. Hum, acho que até foram elas as responsáveis pelos danos heheh. Eu AMO meu vestido! O modelo é o Calais da marca St. Patrick by Pronovias e é tão leve, tão soltinho e tão tão gostoso de usar! Um verdadeiro Traumkleid!

wp2wp5 O bouquet

O bouquet dos meus sonhos era de peônias, minhas flores favoritas. Mas como o verão não é mais tempo de peônias, preferi as rosas e não me arrependi. Eu imaginei e escolhi cada detalhe que ele teria e acho que ficou super charmoso com o toque dos lisianthus, das gipsofilas e de uma graminha que adoro (em inglês fountain grass). Eu queria algo mais soltinho e que mostrasse uma certa leveza e acho que acertei em cheio. Amei e o Buddy também!

wp4wp3 O encontro

Aqui na Alemanha, é normal que o casal se encontre antes da cerimônia na igreja! Achei um pouco estranho já que é da nossa cultura o noivo esperar pela noiva no altar. Depois que fiquei pronta, nós nos encontramos no parque da cidade, onde ele esperava por mim todo ansioso. Não nos vimos antes disso e por isso o encontro foi tão legal!

wp6wp6

Schatzi ficou emocionado quando me viu e disse que eu estava lyndra! Fizemos algumas fotos e depois fomos pra igreja.

wp7wp3wp7

A cerimônia

Wo dein Schatz ist, da ist auch dein Herz (Matthaeus 6:21)

“Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração”. Esse foi o texto bíblico que escolhemos para nossa cerimônia. Obviamente ele se refere ao fato de que não devemos colocar o nosso coração em coisas materias, nos tesouros terrenos, mas sim em Deus. No entanto, achamos muito apropriado o uso dele para fazer um paralelo com a nossa história. A palavra Schatz significa tesouro em português e é muito usada por casais como forma de carinho. Além de branquinho, eu também o chamo de Schatzi, que é uma forma ainda mais fofa. A pastora fez um discurso todo especial tendo como base esse texto bíblico e levou consigo um baú, e ao passo que contava a nossa história, colocava no mesmo objetos que simbolizavam a nossa trajetória. Foi impossível não se emocionar, tendo a nossa vida até aquele dia, sendo resumida de uma forma tão sensível. No final, reunimos o nosso tesouro e entre as várias coisas que ela pôs dentro do baú, ganhamos uma bíblia (a minha primeira em alemão) e um sapatinho de criança. Acho que esse foi um dos momentos mais emocionantes pra mim! Tivemos também a presença uma cantora lírica sueca, que emocionou a todos com a sua voz de anjo. Tenho quase certeza de que muita gente choramingou hehe! Foi lindo!

wp wp12

Nosso Oldtimer 🙂

De última hora conseguimos arranjar um e babem, de graça! O dono é um senhor muito simpático que conhecemos em um outro casamento e nos disse que seria com prazer o nosso chofer. Quase demos um beijo na careca dele quando o mesmo falou que só o fazia se não recebesse nada em troca ♥! Suuuuper toll!

wp9DSC_9090 DSC_9107

Uma surpresa para a Schatzi

No fim do dia fizemos mais uma sessão de fotos e foi nesse momento que branquinho me fez uma baita surpresa ♥

wp11wp12

Ahhh, ganhei uma câmera nova! Mal consegui acreditar! Tudo alemanicamente planejado e sincronizado ahaha, esse é meu branquinho: acredita e investe nos meus sonhos! ♥

wp10

Nem tudo foi 100% como o planejado, mas o que nessa vida é? A chuva que caiu não me deixou triste, pelo contrário, parecia até uma mensagem divina sussurrando no meu ouvido, me impulsionando a entender o verdadeiro significado que aquele dia tinha que ter nas nossas vidas. E eu aceitei isso como mais uma benção. Eu tive mais uma vez a oportunidade de ter minha mãe e minha irmã ♥ por perto, embora uma lacuna ainda estivesse vazia pela falta dos meus outros irmãos. Em compensação, tive amigos verdadeiros que fizeram todo o esforço do mundo para estar presentes, alguns vindos até mesmo do Brasil!  Vi gente feliz e emocionada, vi novas amizades sendo feitas, vi uma das minhas melhores amigas pegar o meu bouquet! Vi gente dançando e sorrindo até o amanhecer. Vi o sol nascer! Assim foi o nosso grande dia! E esse post é de alguma forma, mais uma declaração de amor. Com essa pessoa eu casaria mil vezes. Vivo muito, muito feliz aqui na Alemanha, mas viveria feliz em qualquer outro lugar no mundo onde ele estivesse…porque onde estiver o meu tesouro, aí também estará o meu coração!

Nosso casamento feito à mão!

Finalmente consegui reunir e editar algumas fotos das coisinhas que fiz para decorar a nossa festa de casamento! Como já citei aqui no blog, eu adoro o estilo rústico e não tive dúvidas que queria algo do tipo pro nosso casamento. Infelizmente não dá pra compartilhar tudo, mas pelo menos uma pequena parte vocês podem conferir. Vamos ver como ficou?

Árvore de impressões digitais – Fingerprint tree

É como se fosse o livro de assinatura dos convidados, mas muita gente na festa não conhecia! Eu queria uma recordação pra pendurar na parede da nossa casa e não um livro que fosse ficar dentro do armário. Essa árvore eu baixei da internet (infelizmente não lembro onde!) e fiz algumas modificações. Coloquei nosso nome e data e dois passarinhos apaixonados, depois imprimi em papel matte 140g. Colocamos a moldura logo na entrada no restaurante, com fácil acesso para o banheiro. A ideia é que a pessoa coloque a sua digital na árvore usando tinta à base d’água e assine o nome logo abaixo da impressão. Do lado da árvore, colocamos lenços umidecidos para os convidados limparem os dedos e uma lixeirinha. A árvore hoje está na minha sala e ficou super linda com as folhinhas verdes!

Hochzeit LR5DSC_8361

Plano de assentos

Foi feito com uma janela no estilo shabby chic que comprei em um flohmarkt há alguns meses atrás. Pode parecer estranho pra vocês, mas eu gosto tanto da janela que a pendurei na parede da nossa varanda esses dias. É, eu realmente tenho uma quedinha por coisas velhas! 😉

Eu baixei todas as fontes que utilizei na papelaria do site Dafont. A fonte abaixo foi a que mais utilizei e quem tiver interesse é só baixar aqui e instalar no computador.

DSC_8500DSC_8491IMG_1892 (2)

Candy Bar

Uma coisa dos casamentos brasileiros que eu adoraria ter tido no meu casamento era uma mesa de doces! Com direito a bem casado e tudo. Mas como aqui o pessoal não é muito fã de doces e eu não daria conta de fazer tudo sozinha, resolvi fazer algo similar, só que bem mais simples. Eu e minha sogra fizemos vários cupcakes! Eu decorei uma mesa com bombons, marshmallows, macarrons e com os lindos cupcakes, que tiveram cobertura de caramelo e creme de marzipã. Fez o maior sucesso! Mas o engraçado é que as pessoas ficaram com medo de ir lá e comer, achando que era somente parte  da decoração!

DSC_8365 (2) Hochzeit LR2 DSC_8383 Hochzeit LR11DSC_8450

Photobooth 

Acho que essa foi a grande atração do dia. Eu e Kili usamos nossa câmera e um tripé para montar um photobooth, lugar onde as pessoas poderiam fazer selfies engraçadas, com o auxílio de um controle remoto de disparo. Ficamos super contentes com o resultado das fotos. Simplesmente todos os convidados participaram, especialmente os mais jovens e as crianças. O dia estava um pouco nublado e teve até um pouco de chuva, mas pela localização do lugar, em frente as macieiras e sem sombra, foi até melhor, assim ninguém ficou com o solzão na cara na hora de tirar foto. O kit de máscaras foi comprado na loja Depot.de e os porta-retratos foram os baratinhos da Ikea. Tem cada foto legal, pena que não dá pra mostrar tudo! E aí, gostaram da ideia? Eu acho muuuuito bacana e um must have em qualquer casamento! Mas bacana mesmo é o meu marido nas fotos! 🙂

DSC_8916Hochzeit LR7DSC_8957DSC_8958IMG_1991IMG_2000-2IMG_6429

É isso gente! Espero que tenham gostado! Em breve volto com fotos da cerimônia e conto mais alguns detalhes desse dia! ♥

DIY: faça suas próprias polaroides

Eu sempre fui apaixonada por fotos polaroides, mas nunca tive grana pra investir em uma máquina. E sabe, depois de ter encontrado várias maneiras de transformar fotos em polaroides, eu nem sei mais se algum dia quero possuir uma câmera. O fake pode ser feito online com os vários editores de fotos disponíveis, por aplicativos de fotos, pelo Photoshop, Gimp e outros softwares. Eu até já fiz no Photoshop, mas a maneira mais fácil e divertida de fazer é usando o Picasa, programa do Google. As minhas polaroides farão parte da decoração do meu casamento, mas elas também podem ser usadas de várias maneiras, entre elas, em casa. Sabe aquela parede branca vazia que você nunca acha nada para pendurar? É lá mesmo que um varal de polaroides vai fazer toda a diferença. Eu fiz ontem aqui em casa e ficou lindo!

Se você não tem o Picasa, é só baixar no Google. Aliás, esse programa é grátis e excelente pra se fazer pequenas edições em fotos, colagens, colocar efeitos, além de ser um ótimo organizador de fotos. Depois de abrir e programa e selecionar as fotos desejadas é só seguir os seguintes passos: (1) corte a sua foto em um quadrado caso queria um melhor enquadramento. Veja que estamos bem no canto da imagem e eu quis focar exatamente só nessa parte da foto. (2) escolha o efeito e (3) a foto vai ficar assim tortinha, daí você escolhe a cor que quer no fundo. Eu sempre coloco branco, porque fica mais bonito na impressão. (4) por fim, é só ajustar a foto com o botão girar e aplicar o efeito. A colagem abaixo está numa boa resolução, portanto clique se quiser ver maior.

Desktop20

Depois de ter suas fotos todas com o efeito polaroide, é só imprimir. Para que as fotos tenham um tamanho legal, parecido com polaroides verdadeiras, faça a impressão em formato 10×15 e, se preciso, as enquadre dentro desse formato. Eu imprimi as minhas naquelas máquinas de impressão instantânea que estão na Rossmann, DM ou Müller, aqui na Alemanha. No Brasil são aquelas da Kodak. Nessas máquinas existe a opção de enquadrar todas as fotos dentro do formato 10×15. Então, para ter o resultado esperado,  não esqueça disso!

As fotos terão ao final da impressão duas linhas, como mostra a foto abaixo. É só cortar e pronto!

IMG_8179

Para fazer o varal, você vai precisar de barbante e pregadores de roupa. Fica legal com os grandes, mas os minis deixam o trabalho ainda mais bonito e delicado.

IMG_81811

Resultado final! Não repare na fita adesiva na parede…eu não tinha pregos! 🙂 Mas os lacinhos deram uma boa disfarçada!

IMG_81931IMG_81971

Eu não tinha nada nessa parede e agora…estou morrendo de amores por ela! ♥

Nosso ensaio pré-casamento!

A escolha da pessoa que vai fazer as fotos do seu grande dia deve ser uma dos quesitos mais importantes durante a organização de um casamento. Fotógrafos geralmente custam muito caro, mas se fazem um bom trabalho, não há dinheiro que pague, afinal as fotos são as melhores recordações para toda uma vida. Há duas semanas atrás tivemos o prazer de conhecer a nossa fotógrafa Jenny. Uma moça linda e super talentosa, que nos recebeu de braços abertos para o nosso ensaio pré-casamento. Ficamos super ansiosos pelo resultado, ainda mais quando ela postava na sua página do Facebook algumas amostras. Hoje recebemos um CD com o resultado final e não foi de admirar: simplesmente amamos cada foto! A Jenny tem um jeito romântico e detalhista de fotografar, o que me faz admirar muito o trabalho dela, pois eu amo fotografar detalhes também. Estamos muito felizes com o resultado e temos certeza de que no nosso grande dia ela fará um excelente trabalho, assim como fez no nosso ensaio! Particularmente, eu estou muuuuito contente de ter conhecido a Jenny!!! ♥

Two weeks ago we had the pleasure to meet our photographer, the beautiful and talented lady called Jenny, who received us with open arms for our pre-wedding photo shoot. We were super excited about the result, even more after seeing the sneaky peeks she posted on her Facebook page. Today we received a CD with the final result and it was no wonder: we love every single picture! Jenny has a romantic way of shooting, which makes me admire her work a lot. We are immensely happy with the outcome and pretty sure that on our big day she will do an excellent job, just like she did now. I’m very, very glad I met the lovely Jenny!!! ♥

DSC_8143DSC_7832DSC_7797DSC_7849Fotos da Jenny-001DSC_8048DSC_7985DSC_8049Fotos da Jenny1-001DSC_8076DSC_8095-001 2014-03-277

Kissing song – Dawn Landes

O encontro com meu Traumkleid

Deixa eu explicar uma coisa pra quem entrou no bote agora. Eu casei em julho do ano passado, no civil apenas e esse ano, exatamente um ano após o civil, faremos nossa cerimônia religiosa. Eu sou daquelas que sempre sonhou em entrar na igreja, mas não necessariamente de véu e grinalda! O ano mal começou e os preparativos já estão a todo vapor. Muitas coisas estão sendo feitas por mim, como grande parte da decoração, o que me dá muito prazer, mas acho que a parte mais prazerosa da preparação do meu casamento foi a escolha do vestido. Eu nem mesmo tinha casado no civil quando comecei a minha busca pelo vestido dos sonhos (Traum = sonho; kleid = vestido). Paquerava com vestidos online, me apaixonava e desapaixonava, tudo numa intensidade enorme. Em cada nova busca aparecia um mais bonito que me fazia perder o encanto pelo anterior. Acho que é assim mesmo com a maioria das noivas.

A primeira coisa a se fazer na compra do vestido de noiva é definir o estilo, respeitando o seu tipo físico e os detalhes do grande dia. Depois o valor que quer desembolsar, claro. O meu estilo é muito transparente para quem me conhece. Sou muito adepta da simplicidade e aquela coisa de “menos é mais” é o lema da minha vida. Definidos estilo e orçamento, o próximo passo (aqui na Alemanha) é agendar um “Termin“, ou seja, um horário em que você pode ir e experimentar os vestidos de sua preferência. Ir sem hora marcada é perda de tempo, eles não atendem mesmo. O meu primeiro Termin foi em um ateliê de noivas em Tübingen. O vestido que vi no site da loja e queria experimentar era totalmente de seda com alguns detalhes de renda e tule. Um sonho, me apaixonei quando a seda deslizou no meu corpitcho. Como não se apaixonar pelo detalhe das costas? Mas quando fui informada do preço, desisti na hora, sem questionamento, embora estivesse de joelhos pelo vestido. Ele saía pela bagatela de 2300 euros! Uma verdadeira decepção pra mim. O mais engraçado é que muitas lojas não fornecem valor por telefone, daí a pessoa sente que a facada é bem mais profunda quando o preço é dito cara-a-cara.

vestido1fotos: Soeur Coeur

O segundo Termin foi numa loja famosa em Stuttgart, Da Vinci Brautmoden. Vestidos pomposos, a grande maioria estilo princesa e com muitas pedrarias. TUDO o que não sou, mas até acho lindo quem casa assim. Ainda experimentei dois vestidos com corte mais reto. Um deles foi esse da foto abaixo. Ele é da marca espanhola Pronovias e o modelo (Urbina) é bem similar ao vestido de gala que a duquesa Kate usou por aí. Lindo de morrer né?! Mas tudo tem seu preço. Não é qualquer ser humano que pode casar com um vestido igual ao da Kate. Ainda assim, um pouco mais barato que o primeiro do ateliê de Tübingen, 1900 euros pela réplica do Jenny Packham, o modelo que a Kate usou, uma fortuna!

Desktop15fotos: achada na net e Pronovias

Infelizmente a belezura não ficou bem no meu corpo curvilíneo. Eu passei dias sem dormir direito pensando nele. Criei uma verdadeira obsessão e até estava disposta a pagar pelo preço se da noite pro dia eu perdesse 10 cm de quadril. Caí na real e fui em busca de algo que ficasse bem no quadril e no nosso orçamento. Acumulei incontáveis blogs de casamento na minha barra de favoritos e no facebook até me deparar com o fantástico site da loja BHLDN. Me apaixonei por quase todos os vestidos, o que na minha opinião não são apenas vestidos, são verdadeiras obras e arte. São as peças mais lindas que já vi na vida e com preço justo. Todos possuem um toque vintage, boêmio e bem romântico. O grande inconveniente é que as lojas ficam apenas nos states. Existe a possibilidade da compra online, daí você mesma faz suas medidas e se baseia no molde que o site fornece. Achei muito arriscado para uma pessoa um tanto azarada como eu. Entre os mais amados estavam esses, o da direita em especial.

Desktop16fotos: BHLDN

Eu amei esses dois vestidos por vários meses até o dia em que finalmente vi o meu online. A formosura em forma de camadas de tule! E vamos combinar, nada melhor que comprar roupa experimentando não é minha gente? Esqueci rapidinho os vestidos da BHLDN. O tal vestido tem um modelo simples e é incuravelmente romântico. E o melhor, coube direitinho dentro do meu bolso do branquinho. O achado estava esperando por mim em uma loja em Munique, chamada Cecile Brautmoden. Loja com ótimo atendimento e uma variedade gigantesca de vestidos. Alguns bem acessíveis e outros extraordinariamente caros. Além do vestido que me encantou, experimentei mais cinco a pedido da vendedora, todos na mesma faixa de preço e no mesmo estilo, deixando o favorito por último. Dizem por aí que existe uma certa magia quando se põe o vestido dos sonhos. Algumas noivas chegam até chorar. Well, eu não chorei, mas soube no momento em que me olhei no espelho que casaria com aquele vestido. Eu até estranhei esse fato, porque choro por quase tudo nessa vida. A minha sogra, por outro lado, chorou. Uma fofa! Mas fiquei muito feliz e eufórica, afinal, eu tinha encontrado o meu Traumkleid! Ah gente, não posso postar né!!! Mas em julho, vocês saberão como ele é! 🙂

Alguns pormenores para quem pensa em comprar e casar aqui na Alemanha:

– procurei mas não achei nenhuma loja que fizesse aluguel de vestidos. Pelo que vi, as noivas aqui mandam fazer ou compram os próprios vestidos.

– aconselho fazer a compra uns seis meses antes do casamento. O meu por exemplo, comprei em setembro de ano passado e só em fevereiro ele chegará pra eu fazer a primeira prova e ajustes. Acho que só ficará pronto mesmo em março.

– como em todo lugar, as alterações são por fora do valor da etiqueta.

– não existe parcelamento no cartão. Isso é fato, aqui na Alemanha é pei-bufo*.

– sem dúvidas, comprar o vestido aqui sai muito (leia-se MUITO) mais barato que no Brasil. O meu, por exemplo, saiu até mais barato que fazer o primeiro aluguel!

– e por último, uma vez feita a sua escolha, esqueça que existem outros vestidos para não correr o risco de enjoar do seu! 🙂

*Peibufo = na hora, imediatamente

Nosso casamento civil!

Casamos em um lindo dia de verão! Porém quente! Provavelmente um dos dias mais quentes do ano. E pensar que uma semana antes de casamento, olhando a previsão do tempo, fiquei super preocupada com a tempestade que estava prometida. Mas Deus foi muito generoso conosco. Eu pedi tanto um dia ensolarado e o tive! Mas bem que poderia ter sido um tiquinho de nada menos quente…

A nossa cerimônia civil aconteceu no Rathaus da cidade dos pais do branquinho. Durou cerca de 20 minutos e foi muito linda! Lá foi contada um pouco da nossa história, de como nos conhecemos e lidamos com a distância enquanto eu estava no Brasil e ele aqui.

Foi um dia tomado de grandes emoções! Eu estava tão nervosa antes de entrar na sala que tremia e suava frio nas mãos. Não que eu achasse que ele não diria sim rsrsrs, era só a emoção do momento mesmo! Fizemos a troca de alianças, nos beijamos, assinamos os papéis, os padrinhos assinaram também e então recebemos nossa certidão de casamento.

48111_10200659669512794_195748144_n

Foi uma surpresa ver que a cerimônia foi um pouco diferente das que acontecem no Brasil. Teve uma atmosfera muito romântica e a presença de 65 pessoas (dentro de uma pequena sala sem ar-condicionado!!!) fez a ocasião ainda mais diferente e especial.

Mas gente, como foi tudo tão rápido! De repente estávamos casados e recebendo felicitações dos que estavam presentes! Não dava pra acreditar! Foi uma preparação deliciosa e tudo foi feito com muita dedicação da nossa parte. Mas ficamos surpresos também com a participação dos amigos. Na saída tivemos chuva de bolhas de sabão e dois amigos do Kilian fizeram um coração que a gente teve que cortar e atravessar, simbolizando assim que nossa união será eterna. Eu adorei!

Antes de irmos pro restaurante celebrar, fomos para um parque onde fizemos umas fotos bem bonitas! 🙂

IMG_4928

E esse foi o vestido! Lindo, longo e branco! Tão delicado e romântico que atraiu inúmeros elogios! Diante de toda a insegurança que tive em usá-lo, uma coisa aprendi: use o que te faz bem e feliz! Se quiser casar de vermelho, case! Se te faz feliz, por que hesitar? 🙂

IMG_4939

Tivemos nossa recepção num restaurante, onde iniciamos com um Sektempfang, que é um brinde com os convidados. O branquinho falou umas palavras bonitas em alemão enquanto eu traduzia em português para alguns convidados brasileiros, se emocionou e emocionou a todos. E depois teve muita comida e bebida!!!

Depois do almoço, alguns convidados foram caminhar (#sogerman#) e nós fomos fazer mais algumas fotos. Bem de frente ao restaurante tem um lago grande e desde quando fomos visitá-lo pela primeira vez eu já imaginava nós dois posando perto desse lago. Acontece que no dia do casamento o lago estava cheio de algas que se acumularam devido às chuvas passadas, o que tirou um pouco da beleza do lugar. No entanto, isso era tudo o que a ocasião precisava para completar o belo cenário rústico em que nos encontrávamos! Adoramos as fotos nessa área industrial!

3569

IMG_6512

Como canta Vanessa da Mata: “neste mundo de tantos anos, entre tantos outros, que sorte a nossa, hein?”

Eu nunca imaginei que uma pequena mudança de planos, de trocar a Inglaterra pela Alemanha, resultaria nisso! Quando falo do branquinho, Kili, Schnapsi, ou Schatazi (nos momentos de raiva!), eu falo com os olhos brilhando, eu sempre digo que ganhei na loteria! De fato, nós dois somos muito sortudos de termos encontrado um no outro o verdadeiro amor. Eu não tenho dúvida de que esse encontro estava nos planos de Deus!

1080224_10200632309348807_2081942377_n

Desculpa a overdose de sentimentalismo, mas escrever o post me fez lembrar de como esse dia foi lindo. Até me emociono só de pensar (#chorona#). Esse momento foi compartilhado com amigos queridos, com familiares e o mais importante, com minha mãe e irmã mais velha. Tê-las aqui comigo foi muito importante e fez tudo ficar mais bonito! Não vou colocar fotos porque elas não gostam desse mundo virtual! 🙂 Todo mundo AMOU a decoração que fiz, a comida e tirando o calor duzinferno que fez, o dia foi simplesmente perfeito!

E o bouquet foi para: nenhuma! 🙂 Só jogarei no ano que vem!

IMG_4949

E assim foi o nosso grande dia! Espero que tenham gostado de saber!

Decoração para casamento civil?

Sim!

É normal que deva ser uma ocasião simples e formal, compartilhada apenas com parentes e amigos mais próximos. No entanto, isso não significa que deva ser dada menos atenção ou que não necessite de organização e até mesmo uma celebração, afinal de contas é o dia oficial da união!

Nós resolvemos colocar uma pitada de informalidade na nossa cerimônia que acontecerá mês que vem. Vamos fazer uma recepção com amigos e familiares em uma Gasthaus bem simpática na região de Dinkelsbühl, uma cidadezinha muito linda que faz parte da rota romântica.

Casais que decidem fazer além da cerimônia religiosa, uma pequena celebração da cerimônia civil acabam tendo gastos dobrados. Esse será o nosso caso! Mas ao mesmo tempo sentimos que essa será uma experiência única e então por que não comemorá-la duas vezes?

A ideia começou quando fizemos a lista de convidados. Quando vimos que teríamos mais de 60, nós decidimos que  convites deveriam ser feitos, claro!

Desde criança sou fã de trabalhos manuais. Aprendi fazer crochê com doze anos de idade e até já ganhei dinheiro vendendo bolsas, tapetes, biquínis de crochê. Também sou metida a fazer de tudo um pouco, adoro descobrir que consigo fazer coisas diferentes, o que me falta ainda é fazer um curso de costura (planos para o futuro)!

Por isso, sabendo que os nossos gastos seriam grande, eu resolvi fazer tudo dos dois casamentos à mão e acabei descobrindo uma coisa…sou completamente louca por casamentos! Verrückt nach Hochzeit!

Blogs sobre casamentos se tornaram meus grandes aliados e fontes de inspiração. Devo dizer, não tem prazer maior que fazer o seu próprio casamento!

Vou compartilhar algumas coisinhas que fiz pro nosso casamento civil e espero que gostem, talvez até sirva de inspiração para algumas noivinhas que pensam em fazer uma festinha na união civil.

Eu escolhi um tema pro convite que tinha tudo a ver com a nossa história. Fui numa papelaria e por sorte consegui achar o que queria. Comprei alguns papéis de carta cujos temas eram cartas de amor e carimbos de viagens. Decidi fazer algo bem rústico e romântico. Comprei juta no eBay, imprimi os convites em papel A4, 210g/m2 e o resultado foi esse:

IMG_2043

Fiz vários modelos, variando apenas a ordem dos papéis.

IMG_2052

Os envelopes comprei no Amazon.de e foram bem em conta também. Simples e lindo, não? E acreditem, saiu uns 30% mais barato do que se eu tivesse mandado fazer em uma gráfica ou comprado online.

A partir daí eu já comecei pensar em como deixar o restaurante que escolhemos com cara de casamento. Resolvi fazer uns arranjos de mesa com juta que tinha comprado e renda. Tudo muito simples, nada muito grande, pois ainda é a nossa cerimônia civil! Comprei uns vidrinhos na loja Depot, ao todo gastei 25 euros com vidros e velas. Enfeitei alguns com crochê e corações de madeira. Eu amei o resultado e vocês?!

decoraçãocasamentocivil4

Os convidados também terão direito a lembrancinhas! Comprei alguns saquinhos de papel e usei doilies para enfeitar. Na tag branca vou escrever os nomes de quem vai receber. Comprei tudo online no site achwieschön e fiquei super satisfeita com o preço e qualidade. Esse site é daqui da Alemanha, mas esse tipo de material pode ser encontrado em qualquer lugar.

Ainda fiz cartões de mesa com os nomes das pessoas, no mesmo papel creme dos convites, porta guardanapos de juta e uma pequena almofada pra colocar nossas alianças.

decoraçãocasamentocivil5

Tudo muito fácil, bonito e barato!

Agora só falta chegar o dia e rezar para que o sol apareça…

Só dou um conselho pra quem quer seguir a ideia DIY: é viciante e você só vai pensar em casamento, all the time! Mas é tudo tão gostoso de fazer que eu acho que casaria mil vezes. Já até comecei os preparativos pra cerimônia religiosa.

Depois do casamento vou mostrar como tudo ficou!

27/08/2013

Oi gente,

resolvi fazer um update com mais algumas fotos de como ficou a deco no dia do casamento. Espero que gostem!

Todas as mesas tiveram esse tipo de arranjo. No centro uma toalhinha de crochê! Todo mundo quis levar um vidro pra casa, infelizmente não deu pra todos!

decoraçãocasamentocivil1

Cada convidado teve esse porta guardanapo com o nome escrito. Eles ficaram bem felizes!

decoraçãocasamentocivil3

Tive que comprar sacolinhas de papel maiores, pois as pequenas (da foto acima) não foram grandes o suficiente pras lembrancinhas.

decoraçãocasamentocivil2

Dentro de cada saquinho de papel, coloquei bombons finos e uma foto Polaroid para os convidados guardarem de recordação.

310078-001Leia também sobre o nosso casamento religioso: Nosso casamento feito à mão

O nosso dia!

♪ It was written that I would love you
From the moment I opened my eyes
And the morning when I first saw you
Gave me life under calico skies

I will hold you for as long as you like
I’ll hold you for the rest of my life…♪

Paul McCartney

IMG_2706

IMG_2708

IMG_2716

IMG_2717

Esse post é só pra compartilhar o nosso dia com todas as pessoas queridas que passam por aqui! Muito, muito amor pra vocês!

As fotos foram feitas por nós mesmos, usando um tripé! 🙂

Como casar na Alemanha

Atenção: Eu NÃO trabalho no consulado ou embaixada e NÃO dou informações sobre divórcio, cidadania, vistos e etc. Não adianta escrever, eu não tiro dúvidas com relação aos itens acima. 

Tive muitas dúvidas há alguns meses atrás com relação aos documentos necessários e provavelmente isso poderá ser a dúvida de muita gente também. Se você pretende casar aqui , veja o que será necessário.

Você vai precisar dos seguintes documentos:

1) Segunda via da sua certidão de nascimento contendo informação sobre o seu estado civil atual.

2) Declaração do registro civil, que emite a certidão de nascimento, que revendo o arquivo do cartório, não tem registro de casamento. Caso o Registro Civil não emita este documento, deve ser providenciada uma Declaração Pública de 2 testemunhas (parentes) em um Tabelionato que declaram que conhecem a pessoa e que ela é solteira (ou divorciada) até o presente momento. 

Com relação ao item 2), o cartório onde foi emitido a minha certidão de nascimento fornecia essa declaração. No entanto, a presença de duas testemunhas (não-parentes) foi necessária. Elas tiveram que assinar o documento perante o tabelião provando que me conheciam há X anos e que eu não estive casada nos últimos seis meses.

Uma vez com os documentos em mãos, você deverá ir ao Consulado da Alemanha no Brasil (verifique se existe um consulado na sua cidade) para que os mesmos sejam legalizados e reconhecidos.

O próximo passo é a tradução dos documentos para o alemão. Isso só pode ser feito por um tradutor juramentado reconhecido pelo consulado. Caso as traduções sejam efetuadas no Brasil, elas devem ser feitas por um tradutor juramentado que conste da lista disponível no Consulado. No consulado em Fortaleza tem esse serviço, no entanto os meus foram traduzidos aqui na Alemanha.

Outros pormenores:

3. Se o(a) noivo(a) já foi casado(a) antes, ele(a) deve apresentar a cópia autenticada em Cartório ou Tabelionato (o Consulado e não pode legalizar copias autenticadas pelo Fórum) da sentença do divórcio com a observação de que a sentença já transitou em julgado, para que a mesma possa ser homologada na Alemanha, e uma via atualizada da certidão de casamento com averbação do divórcio. Os documentos devem ser legalizados pela representação alemã.

4. Se o cônjuge anterior faleceu, deve-se apresentar a certidão de óbito e uma via atualizada da certidão de casamento onde conste o óbito, ambos documentos legalizados pela representação alemã.

5. Se o(a) noivo(a) brasileiro(a) for menor (menos de 18 anos de idade), as pessoas que têm a guarda – geralmente os pais – devem apresentar o consentimento reconhecido em cartório e legalizado pela representação alemã.

Vale lembrar que esses documentos são válidos por 180 dias a partir da data de emissão. Portanto, você tem esse período para ir a um cartório na Alemanha e dar entrada no seu processo de casamento civil. Você  não tem necessariamente que casar dentro desse período. Por exemplo, os meus documentos foram emitidos em Dezembro/2012 mas o meu casamento foi marcado somente para Julho/2013.

Se você já mora aqui na Alemanha vai precisar de um registro de residência, aqui chamado de “Aufenthaltsbescheinigung”.

Com os documentos certinhos e traduzidos o casal terá que ir ao Standesamt, cartório de registro civil e apresentá-los, juntamente com o seu passaporte. Os documentos originais ficarão em poder do cartório até que tudo seja devidamente legalizado. Prepare-se para assinar muitos papéis! Se você não consegue falar e entender alemão ainda muito bem, terá que levar um tradutor ou alguém que não seja seu familiar para fazer a tradução.

Vão te perguntar também sobre como você quer que fique o seu nome depois de casada. Você poderá manter o seu nome de solteira ou adicionar o sobrenome do seu futuro esposo, o detalhe é que terá um hífen junto, ou seja, seu nome ficará Maria Fulana de Tal-Schneider! Lindo não? Eu confesso que ainda estou pensando no que fazer. A senhora nos deu até 1 mês antes do casamento para decidirmos.

Todo esse processo requer dinheiro e eu não vou dizer que é barato. Prepare-se para gastar uns 500 reais, no mínimo. E se quiser que o seu casamento seja num sábado terá que pagar um taxa extra.

Importante: antes era necessário para quem ainda estava no Brasil a requisição de um visto de noiva(o). Hoje isso não é mais necessário! Você poderá vir com visto de turista, casar e depois adquirir outro visto.

Quando os meus documentos foram emitidos no Brasil eu já estava morando aqui na Alemanha. Portanto, se você mora aqui não precisa ir ao Brasil buscar esses documentos. Alguém da sua família pode ir ao cartório, pedir a emissão deles e te enviar por correio.

O que não me pediram no cartório:

– comprovante de seguro saúde, mas quem tá aqui tem que ter um né? Portanto saiba que isso pode ser exigido também.

As informações em itálico foram retiradas do site: http://www.brasil.diplo.de

Espero ter ajudado!
23/09/2013 – atualização!
1) sobre a questão de mudar o nome: você poderá mudar seu nome a qualquer momento. Normalmente o pessoal do Amt é sempre desatualizado e as vezes a má vontade reina entre eles. Eu não mudei meu nome (ainda, por questões pessoais) e todo o terrorismo que a Frau do processo fez para decidirmos até um mês antes era só desinformação. Mas a história do hífen parece mesmo ser verdade, não fomos informados do contrário.
2) Li há pouco que agora as traduções dos documentos só poderão ser feitas aqui na Alemanha. No entanto, a informação do site linkado acima ainda é a mesma que informei aqui anteriormente. Portanto, é bom se informar se alguma coisa mudou.
Alguns esclarecimentos sobre perguntas e respostas: clique aqui

Ich habe Ja gesagt!

Ontem, dia 15/12 foi um dia muito especial pra mim. Primeiro porque agora sou uma balzaquiana de verdade e segundo porque recebi o melhor presente de aniversário do mundo!

O dia começou cedinho com café da manhã preparado por ele enquanto eu ainda dormia. Nada extravagante, tudo muito simples mas preparado do jeitinho dele. Na mesa um presente nas cores do Brasil, eu até já suspeitava, pois dei uma dica do que queria. Café da manhã tomado, hora de abrir o presente! Tcharan! Era o que eu queria! Um perfume que tinha provado em uma loja e tinha adorado! Abraços e beijinhos de agradecimento! Daí quando abri a caixa, havia outra caixa dentro. Pensei que ele estava de brincadeira e que tinha me comprado uma amostra grátis. Mas não!

De repente o meu branquinho se ajoelha, abre a caixinha e diz: tenho muita coisa pra te falar, mas para conseguir expressar o meu mais profundo sentimento, vou ter que te dizer na minha língua, em alemão…

Nós dois começamos imediatamente a chorar e eu mal conseguia acreditar no que estava ouvindo. Lindas palavras faladas com o mais puro sentimento, com todo o amor que construímos ao longo desses quase três anos. Anos de muita distância, de muitas lágrimas, despedidas e reencontros. Mas o amor que sentimos um pelo outro ultrapassou todos os momentos difíceis e ontem demos mais um grande passo.

Sim! Sim! Sim! Eu gritava como uma louca! Corri e liguei pros meus pais, que ficaram muito, muito felizes com a notícia!

Estou noiva do meu Schatzi! E esse foi o melhor presente de aniversário que já recebi.

IMG_0109

IMG_0098

Ich bin verlobt!!!

Ops! Mas por que o anel de noivado está na minha mão esquerda?

Bom, aqui na Alemanha e em alguns outros países da Europa, o anel de noivado é tradicionalmente usado na mão esquerda até o casamento. Após o casamento ele é colocado na mão direita, e será usado juntamente com o anel de casamento.

A noite recebi alguns amigos queridos em casa e preparamos “comidinha caseira” para comemorar. Ganhei também vários presentes especiais. Dois livros lindos, um desenho feito à mão com um trecho de uma música dos Beatles que gosto muito (When I’m sixty-four), vinhos e uma vela decorativa com  cheirinho de canela. Amei meus presentes!!!

IMG_0259

IMG_0087

Meus amigos também fizeram um vídeo mostrando um pouco da minha trajetória até aqui. Recebi vários telefonemas, cartões de aniversário pelo correio, mensagens no Facebook…enfim, foi um dia pra lá de especial.

Agora começa outra etapa, a da preparação! 2013 está chegando com muitas emoções, será um grande ano, sem dúvidas!

Sabe aquela sensação de bem-estar infinita, de que tudo está muito leve, de que o mundo é pequeno demais pra tanta felicidade?! Pois é…

Obrigada Deus! Estou muito feliz!