primavera a três

primavera a três

Eu passei a minha gravidez inteira literalmente sonhando com momentos como esse. Sonhando como seria caminhar entre árvores floridas com ele, tê-lo como principal motivo nas minhas fotografias, amamentá-lo da forma mais natural possível como na foto acima. Aos poucos muito do que eu idealizei tem se tornado realidade. Esse pequeno ser está conosco somente há dois meses, mas eu sinto que nós já fizemos tantas coisas juntos. Dizer que está sendo maravilhoso ser mãe dele parece muito óbvio. Mas é isso mesmo. É maravilhoso ser mãe desse bebê! É maravilhoso ver que todos os dias ele acorda um bocadinho diferente e com novas habilidades. É maravilhoso sorrir e já receber o sorriso dele de volta. É maravilhoso poder viver o que tanto sonhei. E é maravilhoso saber que temos uma vida inteira pela frente, várias primaveras como essa para vivenciar. Eu só queria era que o tempo fosse mais generoso e passasse um pouco mais devagar!

Felicidade nos define. Parece até que só agora é que a vida começou realmente a fazer sentido!

Mais fotos no meu perfil pessoal: @anaundkruemel

 

Oh Boy!

Oh Boy!

 

O tempo não perdoa. Passa rápido demais! Você já vai completar 2 meses de vida e já não é mais esse bebê recém-nascido que praticamente só dormia o dia todo. A vida contigo está ficando cada dia mais interessante. Cada dia é uma nova descoberta, um novo milestone. Sorrisos, barulhinhos novos, olhares atentos de quem realmente já me conhece como mãe. Olho essas fotos e já sinto uma saudade imensa dos teus primeiros dias aqui em casa. Uma saudade de fazer chorar!

“I’ll hold you for as long as you like
I’ll love you for the rest of my life”

[Calico Skies – Paul McCartney]

 

seja bem-vindo 2016!

Os últimos dias do ano foram tão corridos que eu realmente não tive tempo de vir aqui no blog me despedir de 2015. Nós tivemos várias visitas, passamos alguns dias na Áustria, enfim, ficou difícil. Tivemos uma noite muito calma no dia 31, acompanhados de amigos queridos na nossa casa. À meia-noite nós fomos para a varanda apreciar show de fogos de artifício. Abracei meus amigos desejando felicidades para o ano que chegava e agradeci pelo ano bonito que ficava para trás. Um ano que foi também cheio de desafios e angústias, mas qual o ano que não é? Enquanto olhava para o céu nublado fiz apenas três pequenos desejos. Desejei-me saúde, pedi por orientação e acima de tudo, desejei-me paciência para os próximos meses.

newyear_thisgermanlife01

Eu não tenho quaisquer resoluções que sejam diferentes daquelas que tenho todas as manhãs. Apenas quero que todo novo dia continue sendo um novo começo. Quero aprender sempre algo novo. Quero ser gentil. Quero ser paciente. Quero poder me perdoar pelos erros que estou certa que irei cometer. Quero poder manter as poucas e boas amizades que tenho por aqui. Quero continuar fazendo o que me faz sorrir.

newyear_thisgermanlife02img_1797

Eu não preciso de muito. Um dia frio de neve como o de hoje é o bastante pra me deixar de bem com a vida. Como é maravilhosa essa sensação de explorar a natureza, ir a lugares onde nunca imaginei que pisaria, ver animais que sempre sonhei em ver. Em 2015 nós fizemos muitas atividades assim, andamos sem rumo por quilômetros, subimos montanhas, superamos nossos limites, exploramos lugares únicos na Alemanha. Este ano não será diferente, aliás, ele será ainda mais especial nesse quesito. Finalmente irei fazer a viagem dos meus sonhos! Iremos explorar a natureza rústica e exuberante da Islândia por 15 dias, logo na primavera. As passagens já estão compradas e pretendemos percorrer o país com um motorhome, ou seja, iremos dormir e acordar em lugares inusitados e teremos somente a natureza como nossa companheira. Eu vou ter tanto pra contar. Mal posso esperar por abril!

newyear_thisgermanlife04 newyear_thisgermanlife05 newyear_thisgermanlife10

Eu sou totalmente apaixonada pela natureza. E hoje foi um dia super especial pra mim, pois eu sempre quis ver de perto um veado vermelho! Eu não só o vi como também pude tê-lo posando elegantemente para minha câmera. Que criatura mais grandiosa! Nós o observamos por pouco mais de 20 minutos e com paciência consegui os cliques que queria. Fiquei imensamente encantada com tamanha beleza! Ah 2016, você já começou muito bem!

newyear_thisgermanlife06newyear_thisgermanlife08 newyear_thisgermanlife09 newyear_thisgermanlife11

The little things? The little moments? They aren’t little. — Jon Kabat-Zinn

Desejo a todos vocês que me acompanham um ano suave e pacífico! Muito obrigada pela amizade! ❤

 

Tag “apaixonada por fotografia”

anafotografia_thisgermanlife

Já faz um tempão que vi essa tag sobre fotografia no blog da Bárbara – o Barbaridades, comecei a escrever e hoje resolvi tirar o post do rascunho.

1. Com quantos anos teve a sua primeira câmera fotográfica?

A minha primeira câmera digital compacta eu adquiri em 2009 aqui na Alemanha. Era uma cybershot da sony, muito boazinha por sinal. Foi a primeira coisa que comprei quando cheguei aqui, tinha 27 anos 🙈. Logo em uma das primeiras viagens que fiz com ela eu a perdi. Estava em Berlim com minha irmã e só tenho fotos hoje da nossa viagem porque ela também tinha uma câmera na mão. Depois desse incidente, eu e Kilian investimos na nossa primeira DSRL, uma canon 600d.

2. Prefere fotografar ou ser fotografada?

Eu prefiro fotografar. Não me sinto bem diante de câmeras. Enfim, não me acho uma pessoa fotogênica :/.

3. Você tem uma boa câmera para fotografar?

Sim! Nós temos três canons, uma 600d, uma 7d e a mais nova do arsenal, minha primeira full frame 6d. A 7d é um tanque de guerra, tem uma ótima construção, ótima qualidade de imagem e é super rápida no foco. A 600d é uma queridinha. Ela é leve e por isso é uma ótima câmera de viagem. Foi na verdade com ela que aprendi a fotografar e compor imagens. A canon 6d foi o mais novo investimento e apesar de ser menos complexa do que a 7d mas ter um sensor melhor, ela tem qualidade de imagem incomparável. Estou totalmente encantada com o que ela faz. Além das câmeras, nós temos duas lentes de zoom: 70-300mm e 28-135 mm e três lentes fixas: 35 mm f/1.4 art da Sigma, 50mm f/1.4 e 85 mm f/1.8. Eu não uso as lentes de zoom, essas são do Kilian. O meu combo essencial é a canon 6d + 35 mm. Desde que comprei essa lente da Sigma eu quase não a tiro mais do corpo da câmera. Ela é simplesmente o melhor investimento que já fiz!

equipamentoana

Além disso, eu tenho uma câmera analógica super fofa. Uma canon ae1, que estou segurando na primeira foto. Comprei essa câmera com uma lente de 18 mm por 20 euros em um mercado das pulgas e o dono me disse que já não a utilizava por mais de 15 anos. Levei pra casa mais por decoração mesmo, mas um dia resolvi testar, comprei um filme e vi que ela ainda funcionava. Daí comprei uma lente  de 50 mm e já fotografei um monte com ela.

4. Você fotografa e publica suas fotos?

Sim, a grande parte aqui mesmo no meu blog, no meu Tumbrl, no instagram e as vezes no facebook.

5. tumblr, we heart it ou instagram?

Tirando o meu blog, eu ando com muita preguiça das redes sociais no geral. O instagram é sem dúvida mais dinâmico, mas gosto muito do Tumblr para inspiração e ver fotos lindas de decoração.

6. Cite uma pessoa que você se inspira para tirar  suas fotos

Nossa, são tantos os fotógrafos que eu admiro que fica super complicado citar só uma pessoa. Ultimamente tenho acompanhado o trabalho de muitas fotógrafas de família e simplesmente amo essa aqui.

7. Você edita suas fotos ou prefere que elas fiquem no modo original?

Edito e adoro! Para mim essa coisa de #nofilter não rola mesmo! Eu só fotografo em raw, que é um formato “cru” da imagem e que proporciona mais qualidade e controle na edição de fotos, e por isso minhas fotos tem que ser editadas. A diferença é que quando fotografamos em jpg as cores que vemos no visor são o resultado da interpretação e compressão das informações que a câmera faz. No formato raw eu tenho a liberdade de processar a imagem (que não passou por nenhum tipo de ajuste) do jeito que eu quiser. Editar nesse formato proporciona verdadeiros milagres! Um ponto negativo é que os arquivos raw são enormes e consomem muito da capacidade do computador. Editar fotos é um verdadeiro passatempo pra mim.

8. Qual o seu programa predileto para editar fotos?

Lightroom all the way! Faz um ano que comprei uma licença do programa e nunca mais abri o Photoshop para nada. Eu edito minhas fotos feitas com celular com o VSCO Cam, (gratuito para iOS e Android) um dos melhores apps para editar fotos de mobile. Os filtros desse aplicativo dão um ar meio que de filme para as fotos. Eu uso o mesmo aplicativo no Lightroom para editar minhas fotos digitais. Só que o VSCO para o Lightroom é bem diferente da versão mobile e funciona melhor se as fotos estiverem em formato raw. Ele não é gratuito, cada pacote de filtros custa 59 dólares.

9. Sonha em ser fotógrafa ou faz isso como hobbie?

Faz um tempinho já que eu tenho feito fotos profissionalmente. A grande novidade é que em algumas semanas (mais provável no comecinho do ano que vem) eu finalmente irei lançar o meu primeiro website! Ele está ficando super fofo e eu não vejo a hora de poder tirar ele do forno! No entanto, se a coisa continuar andando, eu gostaria de poder conciliar a fotografia com a minha derradeira profissão.

10. Já fez algum tipo de curso de fotografia?

Infelizmente não. Muito do que aprendi foi lendo livros e vendo tutoriais no youtube e claro, praticando. Mas gostaria muito de fazer um workshop com algum fotográfo. E esse será um investimento para o próximo ano.

11. Qual a última foto que você tirou?

No sábado passado fiz um ensaio de uma recém-nascida, infelizmente não posso divulgar ainda.

12. Qual a última vez que você foi fotografada por alguém?

A última vez que fui fotografada profissionalmente foi por dois fotógrafos MARA de fortaleza.

13. Você é daquelas que quer sempre registrar os momentos e sai sempre com uma câmera nas mãos?

Não mais! Já andei muito com minha câmera na bolsa, mas hoje eu prefiro fazer fotos com o celular.

14. Mostre uma foto sua (ou que você tenha tirado) que você goste muito.

Uma foto em forma de colagem vale? Eu gosto muito dessa sessão que nós mesmos fotografamos no último dia do ano passado. Tinha nevado nos dias anteriores e a floresta pertinho de casa estava encantada. Tenho a impressão de que esse momento foi ontem!

winter-001

Quem aí é também apaixonada(o) por fotografia? ❤

Sobre as maravilhas que a fotografia nos traz

fotografo-brasileiro-na-alemanha-walberla-1

Minha mãe sempre me ensinou que na vida a gente só consegue atingir os nossos objetivos com muito esforço, mas acima de tudo com humildade. Eu venho de uma família simples e ralei muito para conseguir o pouco que hoje tenho. Mas uma coisa eu posso falar de coração aberto: nunca passei por cima de ninguém e sempre gostei de compartilhar o que sei. E acho que é por isso que, mesmo com todos os percalços, a vida tem sido generosa comigo. Sabe o ditado que diz que a gente só atrai o que transmite? Acho que não seria arrogância se eu dissesse que eu mereço a história de amor que vivo, o marido que tenho e as pessoas boas que Deus coloca no meu caminho.

Desde quando eu me encontrei na fotografia, venho tentando avidamente aprender mais e usufruir de todas as maravilhas que essa arte me trouxe e continua me trazendo. E graças à minha paixão, eu consegui também trazer alguns amigos para o mundo fotográfico e super defendo a ideia de que todo mundo no mundo deveria procurar desenvolver as suas habilidades fotográficas. Quem acompanha o meu blog desde o começo deve ter notado um pouco da minha evolução. Mesmo já tendo recebido vários conselhos e incentivos para tornar as minhas fotos públicas, ou seja, criar um próprio website, eu ainda não estou certa sobre como e quando fazer isso. O meu perfeccionismo e também um pouco de insegura são os grandes vilões nessa decisão. Eu sou uma pessoa muito cautelosa e acredito que tudo deve acontecer no seu tempo. Na minha opinião, ser um profissional full-time requer muito mais do que ter uma boa câmara e tirar boas fotos. Por isso que para mim, esse ainda continua sendo um momento de aprendizagem. No entanto, sou muito grata de que as coisas estejam fluindo sem um grande esforço da minha parte. Já tive oportunidades de fotografar vários casamentos no civil e nesse mês fiz o meu primeiro grande casamento em uma igreja alemã. Todas essas oportunidades são graças a este blog! Para ser bem sincera, eu estou literalmente vivendo o momento e abraçando qualquer ocasião que me traga mais conhecimento e bons frutos.

Porém, o que poucos sabem é que eu já levei vários pés na bunda enquanto procurava por um auxílio, na intenção de saciar a minha vontade de aprender e olha, fiquei muito desmotivada. Por vezes ainda me pego pensando no porquê de tanta gente se sentir ameaçada, achando que dividir é diminuir e faz questão de guardar o potinho de ouro só para si. O contrário aconteceu quando eu entrei em contato com este fotógrafo. Antes de ir para Fortaleza em julho, escrevi uma mensagem na sua fanpage do facebook, perguntando se ele poderia fazer um workshop comigo. Infelizmente, a resposta dele foi não! Não porque não queria, mas porque realmente não oferecia esse tipo de atendimento. Entendi numa boa, mas algo pequeno já havia contribuído para a boa imagem inicial que tive dele. Ele disse que não oferecia ws mas que se eu tivesse alguma dúvida sobre como ele atingia um certo resultado, ele me responderia na hora. A conversa continuou até que ele revelou que estaria vindo para a Alemanha em agosto. O desenrolar dessa história inusitada e as fotos lindas por trás dela, você encontra aqui no blog dele. #pressplay

Além de ficar maravilhada com as fotos que eles (Arthur e Mara) fizeram da gente em comemoração aos nossos dois anos de casados, eu me senti muito à vontade de falar sobre fotografia, pedir conselhos, tirar dúvidas e veja só, eu pude também compartilhar um pouco do que sei. Foi uma verdadeira troca de experiências. E é aqui que entra a questão que mencionei mais acima. Os dois reforçaram as palavras da minha mãe (que com certeza são as mesmas da sua mãe) – a humildade é a mais bonita das virtudes e que dividir com o próximo é na verdade somar.

Um brinde à fotografia, que tem o poder de unir pessoas, histórias de vida e culturas e a mais um laço de amizade que foi criado através dela! Arthur e Mara, vocês são merecedores de tudo que construíram e sempre com essa humildade no coração, vocês ainda vão brilhar muito!

Alemanha-124

Quero agradecer as meninas que me acompanham aqui e comentaram no post que fiz sobre isso no facebook. Fico muito feliz de compartilhar um pouco da minha vida com vocês!

Flores para um dia cinza

Apesar da previsão, viva como se fosse primavera ― Lilly Pulitzer

Hoje é daqueles dias típicos do inverno alemão, aliás, a previsão promete mais dias assim para o resto da semana. T-u-d-o cinza. A impressão que tenho é que a noite já chegou desde as 9 da manhã. Eu até gosto de dias como esse. Eles me trazem uma certa calmaria. Mas sem querer desmerecê-los, acho que ser humano algum consegue manter um sorriso estampado no rosto durante uma semana inteiramente cinza. Me pergunto como o povo daqui aguenta a vida toda…vá saber. Talvez os dias na terra do sol tenham me deixado mal acostumada. Eu estou super ansiosa pela primavera! E enquanto ela não chega, fico por aqui apreciando o meu belo bouquet de tulipas que comprei hoje. Impressionante como flores têm o poder de mudar completamente o astral da gente. Me sinto muito mais feliz com elas!

primaverawp1 primaverawp2 primaverawp3

curtindo os poucos dias de neve

Oi gente! Feliz ano novo! Espero que todos tenham tido ótimas comemorações e estejam aproveitando bem os primeiros dias do ano. Eu até já tinha me despedido do blog até eu voltar do Brasil, mas nevou por aqui nos últimos dias e eu não poderia deixar de compartilhar. Pra mim é sempre uma alegria e tanto! Eu fiquei a mesma boba de sempre quando vi os primeiros flocos de neve caindo um dia depois do natal.

firstsnow_wp

O que me deixa triste agora é olhar pela janela e ver tudo derretendo. Uma pena mesmo! Depois de alguns dias consecutivos de neve aqui na cidade, as temperaturas subiram e a pouca neve que tinha acumulado já começou a derreter. A pior parte, pois tudo fica uma meleca só. Mas até que deu pra gente aproveitar um pouco dos dias branquinhos fazendo o que mais gostamos. Fomos explorar novos lugares! Dessa vez fomos caminhar na floresta da cidade (Fürther Stadtwald). Eu adoro passeios na floresta, especialmente no inverno. Respirar o ar puro e gelado é um deleite pra mim. Com neve então, tudo fica ainda mais lindo!

winterforest_wp1 winterforest_wp2

Fiquei encantada de ver tudo coberto de neve, ainda que pouquinha. E claro que não poderiam faltar os nossos registros fotográficos. Aproveitamos o cenário inspirador e a luz maravilhosa do último dia do ano e fizemos os últimos autorretratos de 2014. Espero que 2015 nos traga muitas outras oportunidades como esta para que eu possa comparitlhar aqui no meu cantinho!

winterforest_wp3 winterforest_wp7 winterforest_wp5 winterforest_wp6 winterforest_wp4 winterforest_wp9 winterforest_wp8winterforest_wp11winterforest_wp10

Espero também que o ano de vocês seja cheio de boas surpresas! Mais uma vez, desejo um ano super iluminado para todos que passam por aqui!

Explorando o Danúbio em Kelheim

Esse ano o verão perdeu muito feio! Os meses de setembro e outubro deram um espetáculo – como nunca tinha visto antes – e novembro, embora um pouco mais chuvoso, permanece ainda com temperaturas super agradáveis. Com o tempo praticamente sempre bom nos fins de semana, nós conseguimos fazer passeios bem legais aqui pela região. O último que fizemos foi para conhecer o Mosteiro de Weltenburg (Kloster Weltenburg – na cidade de Kelheim, pertinho de Regensburg) privilegiada por sua localização, numa longa curva à margem do rio Danúbio. Dirigimos pouco mais de 120 km até esse fabuloso destino turístico.

No mosteiro funciona uma cervejaria, que segundo alguns, é a mais antiga cervejaria de mosteiro do mundo. A mesma já recebeu vários prêmios por ter a cerveja escura mais saborosa do mundo. Nós comprovamos e aprovamos!

Untitled Export32kelheim_wp1kelheim_wp3

Mas o nosso passeio não foi só para apreciar a deliciosa cerveja local. Nós queríamos explorar um pouco a região e contemplar exatamente essa vista maravilhosa da abadia que só pode ser obtida de um penhasco do outro lado do rio. Para isso tivemos que seguir uma das rotas sugeridas a partir da cidade de Kelheim. A rota tem uns 12 km de ida e volta. Na ida percorremos um caminho pela floresta embelezada com as cores do outono e na volta seguimos um caminho de tirar o fôlego à margem do Danúbio. Para quem não é muito fã de seguir rotas, existem barcos em Kelheim que oferecem esse passeio até o mosteiro.

kelheim_wp6 kelheim_wp7kelheim_wp4kelheim_wp5kelheim_wp8

Completamos o percurso de 12 km em quatro horas. Paramos em vários lugares para fotografar, descansar ou para simplesmente desfrutar da grandiosa beleza dessa região. Esse é um passeio que super indico para quem tem interesse de fazer a rota da cerveja e gosta de fazer hiking. Acredito que o lugar é lindo em qualquer época do ano, mas na minha opinião, as cores do outono dão uma caprichada extra na beleza!

kelheim_wp9kelheim_wp11 kelheim_wp10

 Até mais! ♥

juntos fazemos o melhor

Além do gosto pela química (sim, branquinho também é químico) existem várias outras coisinhas que mostram o quão similar nós dois somos. Fotografia é uma delas. Schatzi e eu adoramos também explorar novos lugares, especialmente agora que moramos em uma região super privilegiada. Não tão privilegiada quanto os alpes (que eu amo), mas muito interessante também. Moramos próximo da chamada Fränkische Schweiz –  a Francônia Suíça.

Arquivo do verãofrsch1

Essa região é famosa por suas formações rochosas e ruínas medievais, por suas 1000 cavernas repletas de colunas de calcário formadas ao longo de milhões de anos, com suas estalactites e estalagmites de todas formas e tamanhos. É também a região com a maior densidade de cervejarias artesanais do mundo: são 74 com mais de 100 tipos diferentes de cerveja. A cerveja tem uma papel super importante nessa região. Eu prometo que falo mais sobre isso em outra ocasião!

A Fränkische Schweiz tem sido um destino frequente pra gente. Adoramos caminhar pela região e ir floresta adentro. Domingo passado estava um dia tão quentinho e bonito que a preguiça típica de domingo nem cantou de galo. Pegamos nossas coisas e fomos pra lá. Schatzi me fotografou, eu fotografei ele, nós nos fotogramos e registramos momentos lindos de uma linda tarde de outono!

IMG_2380-4wp4 wp3 wp5IMG_2973 wp7 wp8

No fim do dia presenciamos uma das coisas que mais gosto de ver no céu, aqui chamado de Abendrot. A última foto foi tirada de dentro do carro enquanto voltávamos pra casa. Uma verdadeira sorte esse momento! Pra mim, o mais bonito de tudo é saber que por trás de toda essa beleza existe um grande Criador! Bom fim de semana pra quem passa por aqui! ♥

wp9 wp1