Sobre as maravilhas que a fotografia nos traz

fotografo-brasileiro-na-alemanha-walberla-1

Minha mãe sempre me ensinou que na vida a gente só consegue atingir os nossos objetivos com muito esforço, mas acima de tudo com humildade. Eu venho de uma família simples e ralei muito para conseguir o pouco que hoje tenho. Mas uma coisa eu posso falar de coração aberto: nunca passei por cima de ninguém e sempre gostei de compartilhar o que sei. E acho que é por isso que, mesmo com todos os percalços, a vida tem sido generosa comigo. Sabe o ditado que diz que a gente só atrai o que transmite? Acho que não seria arrogância se eu dissesse que eu mereço a história de amor que vivo, o marido que tenho e as pessoas boas que Deus coloca no meu caminho.

Desde quando eu me encontrei na fotografia, venho tentando avidamente aprender mais e usufruir de todas as maravilhas que essa arte me trouxe e continua me trazendo. E graças à minha paixão, eu consegui também trazer alguns amigos para o mundo fotográfico e super defendo a ideia de que todo mundo no mundo deveria procurar desenvolver as suas habilidades fotográficas. Quem acompanha o meu blog desde o começo deve ter notado um pouco da minha evolução. Mesmo já tendo recebido vários conselhos e incentivos para tornar as minhas fotos públicas, ou seja, criar um próprio website, eu ainda não estou certa sobre como e quando fazer isso. O meu perfeccionismo e também um pouco de insegura são os grandes vilões nessa decisão. Eu sou uma pessoa muito cautelosa e acredito que tudo deve acontecer no seu tempo. Na minha opinião, ser um profissional full-time requer muito mais do que ter uma boa câmara e tirar boas fotos. Por isso que para mim, esse ainda continua sendo um momento de aprendizagem. No entanto, sou muito grata de que as coisas estejam fluindo sem um grande esforço da minha parte. Já tive oportunidades de fotografar vários casamentos no civil e nesse mês fiz o meu primeiro grande casamento em uma igreja alemã. Todas essas oportunidades são graças a este blog! Para ser bem sincera, eu estou literalmente vivendo o momento e abraçando qualquer ocasião que me traga mais conhecimento e bons frutos.

Porém, o que poucos sabem é que eu já levei vários pés na bunda enquanto procurava por um auxílio, na intenção de saciar a minha vontade de aprender e olha, fiquei muito desmotivada. Por vezes ainda me pego pensando no porquê de tanta gente se sentir ameaçada, achando que dividir é diminuir e faz questão de guardar o potinho de ouro só para si. O contrário aconteceu quando eu entrei em contato com este fotógrafo. Antes de ir para Fortaleza em julho, escrevi uma mensagem na sua fanpage do facebook, perguntando se ele poderia fazer um workshop comigo. Infelizmente, a resposta dele foi não! Não porque não queria, mas porque realmente não oferecia esse tipo de atendimento. Entendi numa boa, mas algo pequeno já havia contribuído para a boa imagem inicial que tive dele. Ele disse que não oferecia ws mas que se eu tivesse alguma dúvida sobre como ele atingia um certo resultado, ele me responderia na hora. A conversa continuou até que ele revelou que estaria vindo para a Alemanha em agosto. O desenrolar dessa história inusitada e as fotos lindas por trás dela, você encontra aqui no blog dele. #pressplay

Além de ficar maravilhada com as fotos que eles (Arthur e Mara) fizeram da gente em comemoração aos nossos dois anos de casados, eu me senti muito à vontade de falar sobre fotografia, pedir conselhos, tirar dúvidas e veja só, eu pude também compartilhar um pouco do que sei. Foi uma verdadeira troca de experiências. E é aqui que entra a questão que mencionei mais acima. Os dois reforçaram as palavras da minha mãe (que com certeza são as mesmas da sua mãe) – a humildade é a mais bonita das virtudes e que dividir com o próximo é na verdade somar.

Um brinde à fotografia, que tem o poder de unir pessoas, histórias de vida e culturas e a mais um laço de amizade que foi criado através dela! Arthur e Mara, vocês são merecedores de tudo que construíram e sempre com essa humildade no coração, vocês ainda vão brilhar muito!

Alemanha-124

Quero agradecer as meninas que me acompanham aqui e comentaram no post que fiz sobre isso no facebook. Fico muito feliz de compartilhar um pouco da minha vida com vocês!

o lado verdadeiramente “Bonn” de se ter um blog

bonnwp

É definitivamente conhecer pessoas!

No mês de abril eu consegui fazer uma viagem que há tempos planejava. Fui até Bonn! Cidade linda e muito digna de uma visita! Mas o que me fez mesmo pegar o busão e encarar cinco horas de estrada, foi o fato da Pâmela – a Panela Européia – morar lá. A Pam e eu nos comunicamos já faz uns dois anos. Na época que eu descobri o blog dela, deixei um comentário super acanhada. Mal sabia que de lá pra cá a gente estaria tão presente na vida uma da outra. O mais legal é que os laços da nossa amizade foram se estreitando de uma forma muito simples e natural. Desde o ano passado combinávamos o nosso primeiro e grande encontro, mas sempre uma coisa ou outra acontecia e jogava um banho de gelo nos nossos planos. Daí que eu tive uma pausa entre os intensivos de alemão e finalmente consegui ir até lá. Infelizmente, a minha visita foi muito rápida. Era tanto papo, tantas coisas em comum que poxa, bem que poderia ter durado mais um bocadinho! Os nossos gostos, similaridades e modo como levamos a vida só me fizeram ter mais certeza de todas as boas impressões que eu tinha criado mesmo antes de conhecê-la. Como não amar uma pessoa que curte The Smiths com você? ❤

colonia

No dia em que cheguei, nós passamos uma tarde muito gostosa em Colônia e jogamos conversa fora por horas, exatamente como fazem boas amigas que moram distantes uma da outra e se encontram por um final de semana. Já no dia seguinte, ela me mostrou os lugares lindos de Bonn. Fiquei completamente encantada com a cidade, que estava toda enfeitada com as magnólias e cerejeiras.

Eu claro que aproveitei toda aquela beleza (que perdia feio comparada com a beleza estonteante da Pam) e fotografei os dois, a Pam e o Limão (o maridão), numa tarde linda de primavera!

pamlimaowp11pamlimaowppamlimaowp1pamlimaowp10pamlimaowp2pamlimao11 pamlimaowp3pamlimaowp6pamlimaowp7 pamlimaowp5pamlimao9pamlimaowo8

Esses dois eu guardei com muito carinho no coração! Sou muito grata pela hospitalidade, pelos sorrisos que demos juntos, pelos momentos lindos que passamos juntos! Momentos só nossos, que vez por outra me fazem pensar com aquele semblante de felicidade: ah, como foi bom estar com eles!