Sabe o que quero agora?

Quero ir pra minha casa!

Sim! Porque agora eu tenho um lugar pra chamar de “home sweet home”!!!

Consegui meu apartamento em Tuebingen do jeitinho que eu tanto queria e um pouco mais! Eu queria um com varandinha e consegui um mit Terrasse! Ele fica a 3 km da universidade e tem uma ótima localização. Fica também bem próximo do curso de alemão (já fiz a matrícula online pra começar o B1 em dezembro) e do centro da cidade. A única desvantagem é que ele fica localizado em um subida medonha no sentido da uni. Mas ele é lindo e super iluminado. Tem 4 janelões na sala e uma porta que leva ao terraço. O dono foi muito simpático com meu namorado e até me mandou um email desejando boa sorte na defesa do doutorado! Disse também que quando eu for assinar o contrato deseja sentar conosco pra tomar uma taça de vinho! Adorei, né! Estou muito, mas muito satisfeita!

Será meu primeiro lugarzinho onde vou poder decorar do jeito que gosto. E tudo que quero agora é ir pra casa, comprar meus móveis, encontrar um espaço para cada um e depois sentar no sofá admirando e agradecendo a Deus pelo momento! A primeira coisa que vou tratar de fazer é levar a primeira plantinha que tive na Alemanha. Hoje ela está sob cuidados do meu namorado e tem um valor sentimental muito grande pra nós dois. Aconteceu que um dia ele foi me visitar no meu apErtamento em Mainz e daí quando olhei no olho mágico, vi que ele segurava uma planta  e sorria feito um bobo. Gente, eu sempre ganhei rosas, mas planta de um namorado, nunca! Ele me deu e pediu pra eu cuidar dela do jeito que eu cuidava do nosso amor, com carinho e delicadeza e se assim eu fizesse, ela não morreria jamais. Passei então a dar um valor imensurável a essa planta e hoje ela ainda está lá toda lindona e verdinha, dessa vez sendo cuidada por ele.

Estou tão contente que vou até fazer um tapete de crochê pra levar comigo!!! Aprendi a fazer crochê quando tinha 12 anos de idade e já até ganhei dinheiro com isso! Vou mostrar depois pra vocês como ele ficou! Tem tanta, mas tanta ideia passando na minha cabeça, que até paquerar com móveis no site do IKEA já paquerei (hahaha), isso é normal ou eu estou ultrapassando os limites da ansiedade?!!!

Deus do céu, se eu pudesse viajaria amanhã mesmo! Mas infelizmente ainda tenho algumas coisas pra fazer aqui no Brasil. Comecei a observar que, ultimamente, muitas coisas boas estão acontecendo na minha vida, mesmo com todo o meu desespero e as vezes um pouco de pessimismo. Eu entreguei tantas coisas nas mãos de Deus e agora sinto que Ele está me mostrando de que é sim da vontade Dele que eu siga esse caminho. A felicidade, que muitas vezes bateu em minha porta, já está lá, detrás das minhas novas portas esperando por mim!

desespero mode on

É o que leva uma pessoa a comer uma barra de chocolate em questão de minutos sem bater aquela sensação de que fez merda. Bom, diante dos últimos acontecimentos da minha vida agitada isso era tudo que eu precisava, vejam só:

– Finalmente, tenho o dia da minha defesa de tese, será no dia 27/08! Um pouco mais tarde que o planejado (tenho que me alemanizar mais no quesito planejamento – orientadora pira!). Cruzem os dedinhos, bitte!

– A procura do apartamento tem me dado tanta, mas tanta dor de cabeça… Acreditem vocês, as vezes os alemães também podem dar pra trás e muito! Consegui um contato de um professor da uni, dono de um apartamento que ficaria livre em setembro. Mandei email, ele respondeu rapidamente dizendo que o apartamento é perfeito pra mim, que o aluguel seria 650 euros e que poderíamos agilizar rapidamente o contrato. Achei até meio estranho, mas fiquei toda feliz, claro! Pedi pro branquinho entrar em contato com ele por telefone e a conversa já foi completamente diferente. Ele ofereceu, ainda por esse valor, um quarto de 25m2 em um outro apartamento de 100m2 que seria dividido com mais duas pessoas. Ah, vá! Como assim?! Ele tinha me dito que o ap era pra um pessoa e que faria o contrato comigo. Depois fiquei sabendo que no último final de semana, depois de ter falado comigo, ele tinha alugado esse tal apartamento para duas meninas e que claro, lucraria mais com o aluguel das duas. Fique tão chateada. Mas graças a Deus tenho esse namorado fofo que tá me ajudando muito. Ele vai viajar pra Tübingen amanhã, pois conseguiu 5 visitas para esse final de semana. Acho que vou ter que abrir mão da varandinha que tanto queria… 😦

No mais, eu vou com fé, que a fé não costuma faiá!

A saga do apartamento

Já estou há algum tempo procurando um apartamento em Tübingen que atenda as minhas necessidades. Quando em Mainz, morei em um prédio onde moravam muitos estudantes, cada pessoa tinha o seu próprio “apertamento” com banheiro e uma cozinha pequena montada de frente pra cama, o que me incomodava muito. Adoro cozinhar e o cheiro de comida ficava muito tempo dentro de casa, impregnado nas roupas e lençóis, eu odiava. Fora que realmente era bem pequeno, quem foi me visitar teve que dormir no aperto. Mas como eu sabia que iria voltar pro Brasil, não quis investir em algo maior e resolvi morar lá mesmo, já que seria apenas por 1 ano e pouco. Ainda tinha um carpete vermelho horroroso que fedia a cachorro molhado. Mas no fundo no fundo, eu sinto saudades de lá! Eu morava no 12º andar, a vista que eu tinha da cidade era privilegiada, dava até pra ver a Mainzer Dom (catedral de Mainz).

Dessa vez, como as circunstâncias são outras, quero alugar um apartamento maior, com cozinha separada e uma varanda, que não precisa ser grande, onde eu possa ter minhas próprias plantinhas e flores. Ano que vem vou receber minha família e quero poder oferecer um pouco de conforto pra eles. O branquinho também vai passar mais tempo comigo quando ele defender o doutorado e por lá ficaremos até quando soubermos onde ele vai trabalhar, ou eu, e decidirmos onde será a nossa nova casa.

Enfim, o que está me deixando muito triste são os preços. Pra uma cidade universitária, o preço do aluguel é extremamente alto, na minha opinião. Tudo bem que quem é universitário prefere morar nas residências universitárias, porque se paga bem menos. Mas pra quem quer mais privacidade e prefere morar sozinho, pelo que estou vendo nos sites de busca, como o Immobilien scout 24, tem que desembolsar entre 600 e 800 euros por um apartamento com sala, 1 quarto, banheiro e cozinha, o que muitas vezes é uma pseudo-cozinha, como a que tive em Mainz. Não sei se é realmente caro ou eu é que sou uma lisa, mas já vi que abaixo desses valores eu não vou conseguir um do jeitinho que quero. Já vimos algumas boas ofertas e estamos entrando em contato. Se necessário o branquinho vai ter que viajar até Tübingen pra ter uma ideia de como eles são e se valem a pena. Estou procurando próximo a uni, num raio de 3 a 6 quilômetros, pois quero ir de bicicleta pra poder compensar um pouco o desfalque que vou ter na minha conta por causa do aluguel.

Espero ter sorte na busca e boas novidades em breve pra contar!

P.S: ainda estou com dúvida quanto ao layout do blog, por isso tenho mudado as coisas aqui de vez em quando! Coisas de iniciante! =)